Brasil

Superlua de sangue nesta quarta será resultado de eclipse lunar; entenda

Quer saber como será possível ver o eclipse lunar total? Prepare sua câmera!

26 mai 21 - 08h48 Redação SOT
Superlua de sangue nesta quarta será resultado de eclipse lunar; entenda

Dois fenômenos astronômicos estão previstos para acontecer em 26 de maio. A Superlua de Sangue e o eclipse lunar poderão ser vistos do Brasil, na costa do Oceano Atlânico, na América do Sul, na Austrália, no Sudeste da Ásia ou em partes como da costa atlântica da América do Sul. A previsão é de que o eclipse lunar dure cerca de 14 minutos.

Não houve um eclipse lunar total desde 2020. Este artigo tem tudo que você precisa saber, incluindo a ciência por trás dos eclipses e dicas para ter uma ótima experiência de visualização e possíveis fotos.

Está quase na hora de outro eclipse lunar total da “Lua de Sangue” que ocorrerá nas primeiras horas do dia 26 de maio de 2021 e será visível para algumas pessoas.

Um eclipse lunar total, onde os observadores podem ver uma Lua avermelhada, só acontece quando ela está em fase cheia. Da mesma forma, a Lua cheia de maio deste ano também é chamada de “Lua das Flores” pela época do ano em que ocorre no hemisfério norte, a primavera.

O que é um eclipse lunar total?

Um eclipse lunar total ocorre quando o Sol, a Terra e a Lua se alinham de forma que a sombra projetada pela Terra passa sobre a Lua.

Por causa das distâncias entre o Sol, a Terra e a Lua, a sombra da Terra, que é na verdade composta de duas partes: a penumbra (uma sombra mais fraca e menos focada) e a umbra (sombra mais focada e escura).

É importante notar que a umbra e a penumbra não combinam exatamente assim e, certamente, não param quando chegam à Lua. Quando a Lua está na sombra da Terra, na verdade, não fica escura: fica avermelhada. Isso ocorre devido a maneira como a luz se curva ao redor da Terra, à medida que se move em direção à Lua.

É por isso que um eclipse lunar total é frequentemente chamado de "Lua de Sangue".

Três tipos de eclipse lunar:

1. Eclipse lunar parcial - quando a Lua passa parcialmente pela umbra terrestre;

2. Eclipse lunar total - quando a Lua passa totalmente pela umbra terrestre;

3. Eclipse lunar penumbral - quando a Lua passa apenas através da penumbra terrestre.

No dia 26 de maio, o eclipse é um eclipse lunar total, o que significa que a Lua vai aparecer completamente avermelhada para os espectadores em determinados locais.

A "Superlua de Sangue" de 2021" será a maior e mais brilhante Lua Cheia deste ano. Ela será cerca de 7% maior do que uma Lua Cheia média, mas isso não é algo que pode ser visto com facilidade. O que poderá ser visto é uma lua cerca de 15% mais brilhante e, por isso, a mais brilhante do ano. Isso ocorre porque ela estará um pouco mais próxima da Terra.

Via: Redação/NSC Total - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.