Cascavel

Deputado Coronel Lee pede explicações sobre doação de vacinas

Parlamentar quer saber se o Secretário de Segurança Pública do Paraná, Romulo Marin...

26 mai 21 - 21h00 Redação SOT

As vacinas da Covid-19 chegam em “conta-gotas” aos Estados Brasileiros e no Paraná não é diferente. Quando chegam, são prontamente distribuídas à população e aos setores onde o enfrentamento não para, como servidores públicos da saúde, educação e forças de segurança.

Mesmo sendo “contadas”, as doses das vacinas tem atendido de forma gradativa os servidores que não pararam durante a pandemia. Acontece que uma grave denúncia feita pelo Deputado Estadual Coronel Lee traz um alerta sobre o real direcionamento dessas doses. “Temos a informação que o Secretário de Segurança Pública do Paraná, Coronel Romulo Marinho, teria doado uma certa quantidade de doses da vacina contra a Covid-19 para outros órgãos que não pertencem à pasta da Segurança Pública do Estado. Queremos saber dele, por escrito, se isso é procedente”, frisa o parlamentar.

Segundo o deputado, o Secretário Romulo Marinho, teria doado vacinas para guardas municipais, que é de alçada dos municípios, para Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal, de responsabilidade da União, e até para o Exército. “Se isso for verdade não podemos admitir. Como desguarnecer o nosso efetivo num momento tão delicado? Hoje, contando somente policiais militares da ativa, são 306 afastados e 18 mortes em decorrência do Corona Vírus”, contabilizou ele. “Nossos irmãos de farda do Paraná não pararam um dia sequer por causa da pandemia. Continuam na frente de batalha, lutando contra a criminalidade e escapando desse vírus que não dá trégua. E quando temos a oportunidade de vacinar nossa tropa, o que acontece? O Secretário de Segurança, Romulo Marinho, teria doado vacinas para outros órgãos fora da pasta de segurança do Estado. Lamentável”, finalizou.

Via: Assessoria Coronel Lee - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.