Cascavel

Instituto Brasil Mobilidade é declarado de utilidade pública

O Instituto trabalha com pesquisa e desenvolvimento sustentável, desenvolvimento so...

26 mai 21 - 21h39 Redação SOT
Instituto Brasil Mobilidade é declarado de utilidade pública

A Câmara aprovou nesta semana o Projeto de Lei 54/2021, que declara de utilidade pública o Instituto Brasil Mobilidade – Imbramol, de autoria do vereador Celso Dal Molin (PL).

O Instituto trabalha com pesquisa e desenvolvimento sustentável, desenvolvimento socioambiental, energias sustentáveis e qualificação da mão de obra especializada para atender este tipo de demanda. Conforme explica o presidente do Imbramol, engenheiro Carlos Motta, o instituto atua ainda em parceria com a Unioeste e os programas de pós-graduação nas engenharias, contribuindo com o crescimento regional e com a integração entre pesquisa e indústria.

O vereador Celso Dal Molin conheceu recentemente o Centro de Tecnologia Automotiva, iniciativa do Instituto Brasil Mobilidade e da Unioeste, apoiada pela Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Governo do Paraná, onde estão em desenvolvimento o projeto e protótipo de veículo elétrico e outras iniciativas afins surgidas como reflexo do Termo de Cooperação com a Unioeste, que demonstram a potencial transformação da região em polo de tecnologia de mobilidade sustentável.

Além do desenvolvimento de um carro elétrico autônomo, outros projetos semelhantes estão em andamento – como um trator elétrico e um eletroposto –, totalmente alinhados com a missão social do Instituto.

O Instituto Brasil Mobilidade – Imbramol, entidade privada sem fins lucrativos, está inscrito no CNPJ 34.783.650/0001-72 com sede na Rua Sete de Setembro, nº 1490, bairro Parque São Paulo.

Via: Assessoria de Imprensa/CMC- Foto: Flavio Ulsenheimer


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.