Paraná

Obras da Ponte da Integração chegam a 64% de execução

Até o momento, investimento foi de aproximadamente R$ 149 milhões. Os recursos são...

30 jul 21 - 20h33 Redação SOT
Obras da Ponte da Integração chegam a 64% de execução

As obras da Ponte da Integração Brasil – Paraguai, que vai conectar Foz do Iguaçu a Presidente Franco, alcançaram 64% de execução neste mês de julho, conforme o último boletim técnico divulgado pelo Consórcio Ponte Brasil-Paraguai (Única/MPB/RMG). Os investimentos na construção ultrapassaram R$ 149 milhões, do total previsto de R$ 323 milhões.

A nova ponte internacional sobre o Rio Paraná é uma obra do governo federal, com gestão do governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) e recursos da margem brasileira da Itaipu Binacional.

As obras estão dentro do cronograma e a expectativa é que a nova ponte internacional esteja concluída em meados de 2022. “Essa e outras obras que estamos apoiando certamente trarão ainda mais desenvolvimento para a nossa região”, afirmou o diretor-geral de Itaipu, general João Francisco Ferreira.

De acordo com o boletim, o consórcio responsável pelas obras concluiu em julho, no lado brasileiro, a concretagem da segunda laje de elevação do mastro, bem como o posicionamento da primeira camada das formas internas perdidas que compõem a terceira fase do mastro principal. Até o final deste mês, o mastro deve alcançar aproximadamente 93 metros de altura, do tabuleiro ao topo.

Ainda em julho, foi montado o carro de lançamento, que possui ao todo 16,70 metros de largura, 30,44 metros de comprimento e 4,40 metros de altura. A estrutura auxiliará na locação das aduelas metálicas no vão central.

No lado paraguaio, teve prosseguimento a concretagem da segunda etapa da caixa de equilíbrio interna na laje superior. Também foi iniciado o preenchimento dos nichos que acrescentam o peso necessário para a caixa interna. Começaram ainda as ações da segunda fase no mastro principal, podendo atingir, até o final deste mês, 76,5 metros de altura do tabuleiro ao topo da estrutura.

Somente no último mês as torres avançaram 12 metros no Paraguai e 10,5 metros no Brasil.

Perimetral Leste - As obras da Perimetral Leste, que ligará a futura ponte à BR-277, também avançaram, checando a 3% de execução em julho, com investimento aproximado de R$ 3,12 milhões. O custo total desta obra será de R$ 140 milhões, incluindo uma rodovia de 15 quilômetros de extensão, dois viadutos (um deles de interseção com a BR-469), uma rotatória alongada, duas travessias e duas aduanas. Os investimentos também são da margem brasileira de Itaipu.

Ao longo do mês de julho, tiveram continuidade as obras dos viadutos da BR-469, com a execução de 23 estacas raiz, de 90 totais. O Viaduto da Ponte Tancredo Neves está em fase de mesoestrutura (paredes frontais e laterais) e fabricação da superestrutura (vigas pré-moldadas).

Como será - A Ponte da Integração terá 760 metros de comprimento e vão-livre de 470 metros. Serão duas pistas simples com 3,6 metros de largura, acostamento de 3 metros e calçada de 1,70 metro nas laterais. A estrutura será maior que a Ponte Internacional da Amizade, hoje única ligação do Brasil com o Paraguai sobre o Rio Paraná, e está localizada próxima à confluência com o Rio Iguaçu, no Marco das Três Fronteiras.

A nova ponte e a perimetral permitirão que veículos pesados provenientes do Paraguai e da Argentina deixem de transitar pelo centro de Foz do Iguaçu. A Ponte da Amizade ficará restrita a veículos de passeio, ônibus e vans de turismo, além de veículos de entrega rápida.

A Ponte da Integração permitirá também a passagem de veículos leves e de turistas. Com isso, haverá maior presença de brasileiros em Presidente Franco e, em Foz do Iguaçu, dos paraguaios que moram naquela cidade e região, facilitando o acesso à Argentina, ao Aeroporto Internacional, ao Parque Nacional do Iguaçu e à BR-277.

Obras de Itaipu - A nova ponte internacional e a Perimetral Leste fazem parte do rol de obras financiadas pela Itaipu Binacional e anunciadas nos últimos dois anos. Entre elas, a reforma e a ampliação do terminal e da pista de pouso e decolagem do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu e a duplicação da pista que liga o aeroporto à BR-469, rodovia que também deverá ser duplicada com recursos da binacional.

A Itaipu tem ainda outras obras concluídas ou em execução, como ciclovias e pistas de caminhada, a ampliação do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC) e o futuro mercado municipal, em Foz do Iguaçu. Também estão em andamento a duplicação de um trecho da BR-277 em Cascavel, a conclusão da Estrada Boiadeira e o contorno do município de Guaíra. São mais de R$ 2,5 bilhões de investimentos com a geração de mais de 2,5 mil empregos.

Via: Assessoria Itaipu Binacional - Foto: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.