Paraná

Paraná incentiva visitação a seus próprios e variados atrativos para alavancar retomada do turismo

Campanha criada pela Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura ....

29 ago 21 - 22h44 Redação SOT

Tem praia, tem trilha, lugar para a família, cultura e aventura. Tem emoção, comida boa, rio e lagoa. Esse é um dos trechos da trilha sonora que embala a campanha de marketing da retomada do turismo no Paraná. As peças publicitárias criadas pela Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura começam a ser veiculadas neste sábado (28) em diferentes mídias (televisão, rádio, jornal e internet), fazendo um convite para que os viajantes conheçam as diferentes belezas do Estado.

O setor foi um dos mais afetados pelas restrições sanitárias decorrentes da pandemia da Covid-19 e, cercado de cuidados, ensaia um novo capítulo agora, a partir do avanço da vacinação – cerca de 10,4 milhões de doses foram aplicadas no Estado.

A ideia, explicou o secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, é convidar o próprio paranaense a apoiar a causa, indicando atrativos próximos que possam ser conhecidos pela família de carro, com toda a segurança possível, e visitantes de outros estados que pretendem fazer viagens aéreas curtas.

“A pandemia foi um momento de pensar em uma nova forma de promover o turismo, com destinos voltados à natureza, principalmente. O Paraná tem atrativos em várias áreas com potencial para serem explorados, como o turismo cultural, rural, gastronômico, religioso e de aventura”, disse o secretário.

A estratégia foi montada de acordo com o mais recente levantamento da Paraná Turismo. A pesquisa revelou a parcela de moradores locais que faz turismo no próprio Paraná é de 50,5%. Outros 41,5% são de outros estados e 8% são estrangeiros.

AQUECIMENTO – A retomada do turismo ganhou fôlego em julho, como foi visto no mais concorrido destino paranaense. Foz do Iguaçu, na Região Oeste, teve o maior índice de ocupação em hotéis desde setembro do ano passado, com 35,5% dos espaços com hóspedes. A cidade da fronteira do Brasil com o Paraguai e Argentina registrou, também, aumento de visitantes nos principais atrativos. Nas Cataratas do Iguaçu, por exemplo, o movimento subiu 105%, com 56.819 pessoas em julho, ante 27.739 em junho.

No Parque Nacional o acréscimo foi de 12% no comparativo do primeiro semestre de 2021 com o segundo semestre de 2020. Este ano, foram 208.360 ingressos, segundo dados do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Nos últimos seis meses do ano passado, houve 185.861 acessos.

O Complexo Turístico da Itaipu, que reúne uma série de atrativos no entorno e na usina binacional, confirmou um aumento superior a 21%. No primeiro semestre deste ano, o circuito recebeu 94.594 visitantes, contra 74.151 de julho a dezembro do ano passado.

O remodelado aeroporto de Foz registrou, de janeiro a junho deste ano, 345.207 embarques e desembarques, crescimento de 42% no comparativo com julho a dezembro do ano passado (241.765).

Via: Agência de Noticias do Paraná - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.