Brasil

Quadrilha ataca agências bancárias e faz moradores reféns; três pessoas morreram em Araçatuba

Criminosos fortemente armados abordaram pedestres e motoristas na madrugada desta s...

30 ago 21 - 09h07 Atualizado 30 ago 21 - 09h32 Redação SOT

Criminosos fortemente armados atacaram três agências bancárias no Centro de Araçatuba (SP), no início da madrugada desta segunda-feira (30). Pelo menos três pessoas morreram, segundo a Polícia Civil, sendo dois moradores e um criminoso. Dois suspeitos foram presos.

A ação criminosa em Araçatuba, cidade na região noroeste de SP com cerca de 200 mil habitantes, durou duas horas, entre ataque às agências, tiroteio e fuga.

Após o ataque às agências, o grupo com cerca de 20 criminosos em dez carros abordou pedestres e motoristas e os fizeram reféns na cidade. Eles também cercaram bases da Polícia Militar e viaturas.

Em vídeos que circularam nas redes sociais, algumas vítimas aparecem em uma espécie de "escudo humano" dos criminosos e sobre carros. Outras imagens mostram eles atirando pela cidade.

Para monitorar os policiais, os criminosos contaram com o auxílio de drone. Eles também fecharam algumas entradas da cidade com veículos em chamas para evitar que equipes chegassem ao local, segundo a polícia.

Parte dos criminosos fugiu em direção ao bairro Taveira, área rural, onde houve confronto com a polícia. Um criminoso morreu e outro ficou baleado. Ele foi levado à Santa Casa.

A quadrilha abandonou veículos usados no crime e roubou outros de moradores para fugir. Moradores também relataram que encontraram explosivos e munições nas ruas da cidade. Lojas também ficaram danificadas. Uma das ruas interditadas é a Luiz Pereira Barreto, onde mais de dez explosivos foram encontrados.

A Polícia Militar isolou algumas ruas e orienta que os moradores não saiam de casa até que a situação esteja controlada, pois há explosivos espalhados pela cidade e que podem ser acionados por calor ou movimento. Policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foram chamados para desativar os explosivos.

Devido à gravidade da ocorrência, o Batalhão de Ações Especiais da Polícia (Baep) de São José do Rio Preto (SP) também foi acionado para auxiliar no caso.

"É uma sensação horrível, um horror. Moro a poucas quadras do Centro. Ouvi todos os tiros, acompanhando através de vídeos. Não saí de casa e peço à população que fique em casa", disse o prefeito Dilador Borges.

Feridos - A Santa Casa de Araçatuba (SP) recebeu pacientes feridos durante o ataque. Segundo o hospital, todos estão sendo atendidos na Unidade de Urgência e Emergência.

O hospital informou que recebeu um homem de 28 anos baleado no abdômen, com quadro clínico estável. Um segundo homem, de 31 anos, deu entrada na unidade após ser atingido no rosto e nos braços. Outro foi baleado nas pernas, braços e cabeça. Eles foram intubados, mas estão estáveis, apesar dos ferimentos graves.

Repercussão na web - Ainda durante a madrugada, o ataque ganhou repercussão nas redes sociais. No Twitter, internautas compartilharam imagens e relatos do crime.

Via: Redação/Portal G1 - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.