Paraná

PRF impede transporte de escavadeira de 19 toneladas na BR-163 em Toledo

Máquina era transportada sem amarração e num caminhão em mau estado de conservação;...

06 out 21 - 15h34 Redação SOT
PRF impede transporte de escavadeira de 19 toneladas na BR-163 em Toledo

 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) impediu, na tarde desta terça (6), o transporte sem condições de uma máquina escavadeira de 19 toneladas, em Toledo, na BR-163.

Por volta das 10h40, policiais rodoviários federais abordaram um motorista que conduzia um caminhão que transportava uma escavadeira. Durante a vistoria, foi verificado que o maquinário, com cerca de 19 toneladas, não estava amarrado, isto é, estava totalmente solto em cima da prancha. Além disso, os policiais observaram que, além dessa irregularidade, vários pneus estavam lisos, soltando as bandas de rodagem e alguns até rachados. Ainda, o motorista não era habilitado para esse tipo de configuração de transporte, o disco do tacógrafo estava vencido desde o mês passado (setembro), o sistema de iluminação estava prejudicado e não possuía o estepe.

Ao ser indagado pela falta da amarração, o motorista disse aos policiais: "Não cai porque é muito pesada".

Diante disso, o conjunto foi retido para regularização e só foi liberado após a empresa disponibilizar um condutor habilitado e sanar as irregularidades que, da forma que se apresentaram, tinham a potencialidade de causar um acidente com alto grau de letalidade. Motorista sem capacitação, pneus carecas, carga sem a amarração devida são a receita para uma tragédia.

A PRF intensificou a fiscalização nesse tipo de transporte para garantir que veículos nestas condições sejam retirados de circulação e motoristas e passageiros possam viajar tranquilamente nas rodovias federais.

Via: Assessoria Polícia Rodoviária Federal - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.