Cascavel

Refic: Finanças orienta para não deixar a renegociação para a última hora

A média diária de procura nestes dois primeiros dias de renegociação é de aproximad...

06 out 21 - 20h57 Redação SOT
Refic: Finanças orienta para não deixar a renegociação para a última hora

Desde segunda-feira (4), contribuintes que possuem débitos de tributos com o Município de Cascavel podem renegociar suas dívidas com até 90% de desconto sobre juros e multas. Neste início da campanha de renegociação, a média diária de procura é de aproximadamente 400 pessoas.

“O Refic vai até o dia 17 de dezembro, todavia recomenda-se que as pessoas não deixem para a última hora para evitar filas  e, eventualmente, se tiver alguma inconsistência de dados  possam ter tempo para voltar à prefeitura e aproveitar a oportunidade para deixar em ordem os tributos municipais”, diz José Peixoto da Silva Neto, diretor da Receita Municipal.

O Refic prevê descontos de 90% dos juros e multas para pagamentos à vista. O contribuinte terá também a opção de parcelar o imposto em atraso. Para parcelas de 12 meses, o desconto será de 75%; pagamentos em 24 meses terão redução de 50% e para parcelamento em até 36vezes, o desconto será de 25%. Ainda há a opção de parcelar em 48 vezes, mas neste caso não haverá redução dos juros e multas.

A primeira parcela deve ser paga cinco dias após o acordo ter sido firmado. O valor de cada parcela não pode ser inferior a R$ 47,13, valor de uma Unidade Fiscal do Município (UFM).

A renegociação pode ser feita também diretamente de casa pelo portal da Prefeitura de Cascavel, o que facilita a vida do contribuinte. Para fazer a renegociação de forma online basta acessar a página da Prefeitura, preencher um cadastro e obter senha de acesso.

Via: Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.