Paraná

Jovem de 15 anos desenvolve doença rara após uso de cigarro eletrônico

Os médicos a diagnóstico de EVALI, uma sigla utilizada para determinar uma lesão pu...

14 out 21 - 18h04 Redação SOT
Jovem de 15 anos desenvolve doença rara após uso de cigarro eletrônico

Uma estudante de 15 anos foi hospitalizada com uma doença pulmonar rara depois de começar a usar cigarros eletrônicos. Dakota Stephenson, de Sydney, na Austrália, inicialmente foi para o hospital com febre alta e dores nas costas, mas foi diagnosticada com hipóxia. De acordo com os médicos, seus pulmões não estavam recebendo ar suficiente.

Ela precisou ser levada às pressas para a UTI assim que chegou no Hospital Infantil de Randwick. A piora em seu estado de saúde aconteceu sete meses depois que Dakota começou a utilizar o “vape” com seus amigos da escola.

Em declarações ao Daily Mail, sua mãe, Natasha Stephenson, disse que os médicos usaram uma “dúzia de seringas” para remover 250ml de fluido de seus pulmões que foi causado pela vaporização. Stephenson também afirmou que só descobriu sobre o hábito de sua filha quando ela foi internada no hospital.

“Ela pedia US $ 5 para comprar lanches ou ia ao McDonald’s depois da escola, mas mal sabíamos que ela estava economizando esse dinheiro para comprar cartuchos de nicotina. O cara que ela estava comprando tinha com sabores diferentes, como uva, morango e melancia. É basicamente um menu para crianças”, afirmou.

Os médicos acreditam que ela está sofrendo de uma doença chamada de EVALI, que foi revelada pela primeira vez após um paciente nos Estados Unidos, em 2019. A EVALI é uma sigla utilizada para definir a lesão pulmonar associada ao uso de cigarro eletrônico ou vaporização. Acredita-se que a condição seja causada pelos aparelhos que contêm tetra-hidrocanabinol (THC) e acetato de vitamina E.

Após a doença de Dakota, sua mãe está pedindo a proibição dos cigarros eletrônicos e que o governo australiano adote medidas mais rígidas.

Via: Redação/Ric Mais - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.