Cascavel

Vigilância em Saúde Ambiental inicia na segunda-feira (18) o último Liraa do ano

No último ciclo realizado em junho de 2021, o município registrou 1,0% (médio risco...

15 out 21 - 16h38 Redação SOT
Vigilância em Saúde Ambiental inicia na segunda-feira (18) o último Liraa do ano

A Vigilância em Saúde Ambiental, por meio o Setor de Controle de Endemias, programou para os dias 18, 19 e 20 de outubro a realização do 4º Levantamento de Índice rápido e amostral (Liraa). Os agentes de endemias estão vistoriando aproximadamente 4.318 imóveis neste período, para o levantamento do índice de infestação do município.

No último ciclo realizado em junho de 2021, o município registrou 1,0% (médio risco) para infestação geral , porém algumas localidades ficaram com índice acima de 1%, que é o índice máximo preconizado pelo Ministério da Saúde.

Os quarteirões sorteados estão distribuídos em 117 localidades cadastradas no Programa de Controle de Endemias, o que significa que serão realizadas visitas em todos os bairros.

Durante a realização do Liraa é realizada técnica de pesquisa larvária, sendo coletadas larvas em  100% dos depósitos encontrados em cada domicílio, o que permite, além de quantificar as amostras, identificar o tipo de criadouro, evidenciando a prevalência de criadouros em cada estrato. “Sendo assim mesmo os imóveis que já foram visitados recentemente serão inspecionados novamente”, diz Clair Wagner, gerente da Divisão de Vigilância em Saúde Ambiental.

A Secretaria de Saúde pede colaboração na recepção dos agentes de endemias para a realização da vistoria e solicita aos moradores que são do grupo de risco, ou que estejam com sintomas ou positivos para Covid-19, que informem ao agente no momento da abordagem para inspeção do imóvel. Neste caso, a vistoria será realizada na próxima residência.

Esta atividade é fundamental para atualizarmos o índice de infestação por Aedes no Município. A partir destes dados a Secretaria de Saúde, por meio do Setor Controle de Endemias, programará ações de tratamento e outras ações intersetoriais necessárias nas áreas de maior risco.

“O combate à Dengue é dever de todos, deve ser compartilhada entre a comunidade e os agentes de Endemias”, enfatiza Clair.

Via: Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.