Paraná

Seis vitimas: Tarado de Campo Mourão escolhia vítimas pelos cabelos longos, pretos e lisos

Já são seis vítimas que reconheceram o maníaco com o autor de violência sexual cont...

21 nov 21 - 16h59 Atualizado 21 nov 21 - 17h16 Redação SOT
Seis vitimas: Tarado de Campo Mourão escolhia vítimas pelos cabelos longos, pretos e lisos

O “maníaco da moto” que acabou preso em Campo Mourão na última quinta-feira (17), após fazer várias vítimas, as escolhias pelas sua caracterizas físicas. Segundo o delegado de polícia Nilson Rodrigues, as vítimas eram as jovens de 20 a 25 anos, com cabelos longos escuros e lisos.

“O que chama a atenção são as semelhanças físicas apresentadas pelas vítimas, mulheres jovens entre 20 e 25 anos, morenas claras, com cabelos pretos, longos e lisos”, declarou o delegado.

O maníaco acabou preso na última quarta-feira (17) após um anos de investigações. O tarado de 29 anos ficou conhecido como “maníaco da moto” e foi reconhecido por seis vítimas. Os estupros começaram a ser registrados em 2017.

Segundo a polícia, ele agia sempre do mesmo modo, abordava as vítimas a as levava à um local ermo para cometer os estupros. No último ataque que ocorreu no dia 06 deste mês, ele trafegava pela via perimetral Tancredo Neves, em uma motocicleta Honda Bros, quando abordou uma mulher que também estava de moto fazendo menção de estar armado, a levou para um local ermo (próximo a Santa Casa) e a estuprou.

O estuprador trabalhava como vigia e usava a moto da empresa que era monitorada por rastreador, o que possibilitou a comprovação da autoria do crime.

Já são seis vítimas que reconheceram o maníaco com o autor de violência sexual contra elas. Os casos começaram a ser registrados em 2017 e o último deles foi na semana passada.

Via: Tribuna do Interior - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.