Cascavel

Vereadora denuncia condições precárias na Escola Municipal Divanete

A escola, fundada em 1978, esperava há mais de 10 anos por uma reforma adequada...

24 nov 21 - 23h13 Redação SOT
Vereadora denuncia condições precárias na Escola Municipal Divanete

A vereadora Professora Liliam (PT) denunciou, na sessão desta terça-feira (23), as condições precárias em que estudantes e trabalhadores da Escola Municipal Divanete Alves Brito da Silva, localizada no bairro Periolo, estão convivendo cotidianamente. "Diante de solicitações da comunidade escolar, nosso mandato foi fiscalizar o andamento da obra na unidade, onde constatamos que a situação, além de precária, coloca em risco a saúde e a segurança de todos", afirma a parlamentar.

A escola, fundada em 1978, esperava há mais de 10 anos por uma reforma adequada. Em 2019, a obra foi iniciada, porém está parada pelo fato da construtora ter se retirado devido à inflação dos materiais. Em agosto de 2021, a Prefeitura abriu nova licitação para a execução remanescente da reforma. Entretanto, servidores e estudantes continuam num espaço improvisado, cedido pela Associação de Moradores, e sem segurança, inclusive com muros caídos.

Segundo Professora Liliam, entre o clamor popular e conversas com o Executivo já se vão meses. "O que encontramos foi uma obra sem nenhuma segurança, com muitas aberturas para a rua, sem condições de serem vigiadas pelo guarda patrimonial; espaços adaptados, sem ventilação ou iluminação, onde servidores e estudantes se amontoam junto a móveis, equipamentos e muita sujeira; as zeladoras terceirizadas sem nenhuma condição de manter o espaço limpo no atual cenário de adaptação".

Durante o pronunciamento, a vereadora afirmou que tudo o que está ao alcance dos trabalhadores está sendo realizado, "porém há situações que excedem as condições da escola. Comoveu este mandato ver o esforço dos servidores para tornar o local minimamente funcional, buscando doações e custeando com os parcos recursos próprios itens de primeira necessidade". A Professora Liliam destacou que estranha as diferentes condições entre as unidades da Rede Municipal, que apresentam estruturas físicas e de pessoal completamente desiguais e que impactam na qualidade da educação oferecida, evidentemente, para atender nossa infância, que merece tratamento igualitário", concluiu.

Além da denúncia em sessão, a parlamentar protocolou um Requerimento solicitando esclarecimentos à Secretária de Educação, Márcia Baldini, além de denúncias à Vigilância Sanitária e ao Corpo de Bombeiros.

Via: Assessoria de Imprensa/CMC- Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.