Cascavel

Conseg Cascavel se diz preocupado com segurança nas praças de pedágio do Estado

Conseg emitiu nota a respeito, onde relata que falta de efetivo e de viaturas já é...

06 dez 21 - 00h49 Atualizado 06 dez 21 - 00h49 Redação SOT
Conseg Cascavel se diz preocupado com segurança nas praças de pedágio do Estado

Com o fim da cobrança do pedágio do Paraná, foi determinado que a Polícia Militar reforçasse a segurança nas praças e rodovias estaduais.

No entanto, após discussões, o Conselho de Segurança de Cascavel (Conseg) avaliou como preocupante que a PM assuma a responsabilidade da segurança nestes locais. Por isso, o Conselho emitiu uma nota, enfatizando que houve tempo suficiente para um melhor planejamento.

Confira a nota na íntegra:

CONSEG/Cascavel - Comunicado aberto a população

O Conselho de Segurança de Cascavel – Conseg, vê com muita preocupação a obrigatoriedade da polícia Militar assumir a responsabilidade da segurança nos locais das praças de pedágio, deixando as cidades desguarnecidas de segurança.

A falta de efetivo já é um problema sério e agora também viaturas, conforme matérias largamente veiculadas na mídia local e estadual.

A incompetência do Executivo Estadual em tratar destas questões, que todos sabiam que haveria o dia e hora para o encerramento dos serviços das empresas que tiraram o sangue dos paranaenses nos últimos 24 anos com pedágio, um dos mais caros do mundo. Nos estertores do vencimento do contrato o Estado vem a público colocar a culpa na pandemia.

Inadmissível.

O Conseg Cascavel espera que estes serviços sejam repassados para a iniciativa privada cumprindo os seus tortuosos caminhos burocráticos para que a Polícia Militar possa assumir seu excelente papel de vigilância da população, ou o estado alegue “Emergência” e contrate de imediato empresas particulares.

Nós e a população ficamos no aguardo de uma manifestação mais próxima da nossa realidade.

Clóvis Renato Petrocelli Dias - Presidente

Via: Redação SOT/Luiz Felipe Max - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.