Paraná

Indústria de lácteos brasileira recebe certificação internacional

Selo FSSC 22000, que aumenta competitividade no mercado internacional, está present...

13 dez 21 - 20h52 Redação SOT
Indústria de lácteos brasileira recebe certificação internacional

A Unium, marca institucional das indústrias das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, recebeu o selo FSSC (Food Safety System Certification) 22000 em sua indústria de lácteos, sediada em Ponta Grossa – PR (Frisia), no mês de outubro. Em março deste ano a unidade de Castro já havia conquistado a recertificação, e em julho, a companhia teve ratificada a certificação em sua Unidade de Beneficiamento de Leite (UBL) de Itapetininga, em São Paulo. Todas as unidades de leite da UNIUM, agora, possuem a certificação FSSC 22000, versão 5.1.

Com a certificação, a Unium atesta a segurança de alimentos da cadeia produtiva, aumenta a competitividade no mercado internacional e consolida seus produtos nas prateleiras do consumidor nacional. Além disso, o selo FSSC 22000 comprova que todas as três UBLs atendem a todos os requisitos exigidos por órgãos como Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO), entre outras instituições, além dos requisitos dos clientes e todos os procedimentos ligados à segurança de alimentos.

No caso da certificação FSSC 22000, versão 5.1, concedida a UBL de Ponta Grossa, o selo é referente a três processos produtivos da fábrica: o de leite a granel, que inclui o leite fluido a granel, o leite pré-concentrado e creme de leite a granel; o leite UHT e o leite condensado. “Foi necessário muito estudo, disciplina e um trabalho dinâmico e permanente para alcançarmos novamente esse objetivo. Atendemos grandes clientes, tanto nacionais quanto internacionais, e com o FSSC 22000, asseguramos que nosso produto é seguro e 100% confiável”, afirma o gerente de Qualidade da Unium, Paulo Mauricio Basto.

FSSC 22000

No mundo inteiro, há em torno de 25 mil empresas autenticadas pelo certificado. No setor de lácteos são cerca de 50, sendo poucas delas no Brasil. A auditoria foi realizada pela Bureau Veritas, e a certificação garante a procedência dos produtos das cooperativas que, em sua maioria, são comercializados para grandes empresas nacionais e multinacionais. Com esse reconhecimento, as UBLs são certificadas pela integridade no mercado e aumentam a confiança do consumidor, pois a FSSC 22000 é um certificado que atesta a segurança dos processos e, consequentemente, dos produtos fabricados.

Via: Assessoria Central Press - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3cNjswL



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.