Paraná

Receita Federal retém R$1,1 milhões em mercadorias irregulares e cigarros eletrônicos em 4 ônibus

Dois destes ônibus foram abordados na BR-277, próximos à cidade de São Miguel do Ig...

15 dez 21 - 16h11 Luiz Felipe Max
Receita Federal retém R$1,1 milhões em mercadorias irregulares e cigarros eletrônicos em 4 ônibus

Na tarde desta terça-feira, 14/12, os servidores da Receita Federal realizaram a retenção de três ônibus de turismo que transportavam mercadorias irregulares. Dois destes ônibus foram abordados na BR-277, próximos à cidade de São Miguel do Iguaçu, já o terceiro teve sua abordagem realizada no posto da Polícia Rodoviária Federal, em Santa Terezinha de Itaipu, e todos tinham como destino o estado de São Paulo. 

Nos veículos eram transportadas mercadorias diversas, que não apresentavam documentos que comprovassem a regularidade fiscal das mesmas, tais como notas fiscais. Nos três ônibus foram encontrados cerca de R$860 mil em produtos irregulares. 

Mais tarde, no mesmo dia, os servidores da Receita Federal também abordaram mais um ônibus, que transportava uma carga de cigarros eletrônicos, na cidade de Agro Cafeeira-PR, com o valor estimado de R$240 mil.

Os cigarros eletrônicos foram apreendidos, pois, são produtos que não correspondem às regulamentações da Anvisa, tendo assim sua comercialização e distribuição proibidas no Brasil. 

Tanto os cigarros eletrônicos quanto as demais mercadorias e veículos retidos foram encaminhados à sede da Receita Federal em Foz do Iguaçu. Durante a operação, ninguém foi preso, mas serão enviadas representações fiscais ao Ministério Público para a apuração de ilícitos.

A Receita Federal disponibiliza telefones de contato para denúncias, de forma anônima, por meio dos números (45) 9 9152-2036 e (45) 9 9134-0100.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros.

Via: Assessoria Receita Federal - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3cNjswL



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.