Cascavel

Mercado de flores cresce em 2021 e têm boas perspectivas para o próximo ano

De acordo com o diretor do Ibraflor, Renato Opitz, as previsões para 2022 também sã...

15 dez 21 - 17h40 Luiz Felipe Max
Mercado de flores cresce em 2021 e têm boas perspectivas para o próximo ano

O Ibraflor – Instituto Brasileiro de Floricultura – estima o crescimento médio de 15% em 2021, considerando as variações por segmento (flores de corte, em vaso, plantas verdes e suas inúmeras variedades, além de produtos para paisagismo). O resultado positivo, sem os sobressaltos de 2020, deve-se a diversos fatores, inclusive à retomada, ainda lenta e gradual, dos casamentos, festas em geral e eventos no segundo semestre deste ano. O mercado de decoração representa cerca de 30% das vendas da floricultura nacional.

De acordo com o diretor do Ibraflor, Renato Opitz, as previsões para 2022 também são otimistas. “Esperamos um crescimento de 12% sobre 2021, mas que dependerá muito da situação econômica do país”, explica. Ele credita os bons resultados do mercado como um todo a um grande ganho da floricultura nacional em eficiência este ano graças, principalmente, às melhorias na comercialização, na cadeia do frio e na logística. Os resultados foram a redução do tempo que as flores e plantas levam para percorrer o trajeto entre o produtor e o consumidor, com a consequente diminuição das perdas e dos desperdícios.

“Os principais mercados investiram em tecnologia e em infraestrutura, facilitando as atividades comerciais e operacionais dos atacadistas e varejistas, que passaram a ter mais opções de horários para compras e carregamento dos produtos adquiridos”, analisa.

Retomada

A pandemia da covid-19 afetou muito o mercado de plantas e flores ornamentais nos primeiros meses, em 2020. “O começo da pandemia foi muito difícil, pois quando tudo parou, ninguém sabia o que iria acontecer. No entanto, aos poucos, o mercado foi retomando. As pessoas, permanecendo mais tempo em casa, passaram a utilizar mais as flores e plantas para decorar os ambientes, deixando-os mais verdes, mais bonitos e mais perfumados. Isso alavancou o crescimento do mercado das plantas verdes e das flores em vaso. Já as flores cortadas, utilizadas na decoração de casamentos e formaturas, entre outras festas, sofreram um grande baque em 2020 e continuaram sofrendo em 2021”, lembra.

Renato Opitz avalia que o bom desempenho do comércio em importantes datas para o setor, como o Dia da Mulher, das Mães e dos Namorados, mostrou um mercado firme e  forte, o que permitiu a projeção de um crescimento médio da ordem de 15%, que deve ser consolidado no fechamento do ano. Os comerciantes também fizeram a sua parte, encontrando novas formas para que as flores e plantas chegassem até o consumidor final, como por meio de vendas online, de melhorias nas formas de delivery ou do desenvolvimento de novos aplicativos, além de estímulo ao comércio em condomínios e lojas de auto serviço, etc., colaborando para o crescimento também nesse segmento.

Via: Assessoria Ateliê da Notícia - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3cNjswL



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.