Cascavel

Transitar amplia área de espera segura para motos em mais cinco cruzamentos centrais

A equipe sinalizou nesta terça-feira (21) as ruas Rua São Paulo x Rua Pio XII e Cui...

21 dez 21 - 19h39 Atualizado 21 dez 21 - 19h43 Redação SOT
Transitar amplia área de espera segura para motos em mais cinco cruzamentos centrais

Ideia apresentada em comemoração ao Dia do Motociclista - 27 de julho - deste ano, o projeto-piloto de área de espera segura para motos no cruzamento da Rua Erechim com a Vicente Machado, no Centro da cidade, foi aprovado pela equipe técnica da Transitar, que avaliou o comportamento de quem passa pela via e, agora, está sendo ampliado para mais cinco cruzamentos centrais, que contam com características de engenharia semelhantes.

Os trabalhos da equipe de sinalização tiveram início nesta tarde (21). A nova sinalização já está em vigor na Rua São Paulo esquina com a Rua Pio XII, e na Rua Cuiabá com Marechal Rondon. O objetivo, conforme explica o engenheiro de trânsito Juliano Denardin, é proporcionar maior segurança aos motociclistas no momento da abertura do semáforo, além de aumentar o respeito das motos à linha de retenção e à faixa de travessia do pedestre, pois à frente, motociclistas têm maior visibilidade do pedestre do que no corredor, além de não disputar espaço com os demais veículos na pista. 

Ainda nesta quarta-feira (22) também serão sinalizados os cruzamentos das ruas Vitória x General Osório; Recife x Marechal Rondon e Minas Gerais x Riachuelo.

Nesses locais são realizadas pinturas na pista indicando, antes da faixa de pedestre, onde as motocicletas devem aguardar a abertura do semáforo e instaladas placas orientativas da área de espera. A ideia, segundo a encarregada do setor de Educação de Trânsito e Cidadania da Transitar, Luciane de Moura, é que cada modal tenha o próprio espaço e respeite o do outro, de forma a evitar conflitos e acidentes. O que se observou em cinco meses de testes é uma melhora significativa na convivência entre carros e motos em Cascavel, onde a pressa é geralmente a causadora de acidentes.

“A receptividade foi positiva tanto dos motociclistas quanto dos motoristas. Percebemos em todas as palestras que realizamos uma aceitação grande, com redução de acidentes no local do projeto-piloto. Os pedidos para este tipo de sinalização passaram a ser constantes na Transitar”, detalha Luciane.

Via precisa ser de mão única

A área de espera para motos foi implantada em Cascavel, conforme explica a presidente da Transitar, Simoni Soares, após solicitação de representantes da Câmara de Vereadores e análise conjunta da Autarquia com o Cotrans, visando alternativas para se reduzir o número de acidentes graves e gravíssimos envolvendo motociclistas em nossa cidade. A continuidade, agora, segue critérios técnicos e dados estatísticos de acidentes envolvendo motos.

Em 2021 já são 27 óbitos no perímetro urbano. Desses, 15 conduzindo motocicleta e um como passageiro de moto. “Todas as medidas que a Transitar adota têm o objetivo de reduzir acidentes e melhorar a fluidez no trânsito, com base em estudos de viabilidade técnica. Por isso iniciamos um levantamento dos cruzamentos com maior número de acidentes com motos e, depois, filtramos aqueles que, tecnicamente, se enquadram no critério desta sinalização, ou seja: a via precisa ser de mão única, apresentar conflito de trânsito e baixa visibilidade na travessia”, detalha Simoni. 

O que se almeja com o aumento das áreas de espera é o crescimento também do respeito à sinalização. Isso implica diretamente na redução de  sinistros e na preservação da vida no trânsito.

Via: Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3cNjswL



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.