Cascavel

MEI Caminhoneiro: oportunidade de regularização para profissionais autônomos

AMIC PR apoia a medida e a considera um avanço para a classe, que terá diversos ben...

07 jan 22 - 09h32 Redação SOT
MEI Caminhoneiro: oportunidade de regularização para profissionais autônomos

A criação do MEI (Microempreendedor Individual) para caminhoneiros e para transportadores foi sancionada pela presidência da República no dia 31 de dezembro e trouxe, com ela, a expectativa de regularização de diversos trabalhadores autônomos. Com isso, os trabalhadores podem ter acesso ao CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) com possibilidade de emitir notas fiscais e garantia de diversos direitos previdenciários. 

A AMIC PR (Associação das Micro e Pequenas Empresas do Paraná) apoia a medida e a considera um avanço para a classe trabalhadora. “Incentivamos porque existe um leque de serviços que podem ser usados a partir da regularização do trabalhador autônomo, como possibilidade de crédito facilitado, por exemplo”, afirma a presidente da instituição, Sônia Xavier.

Ela ressalta que a possibilidade de regularização destes profissionais é ainda mais positiva por conta dos insumos em que eles investem as suas receitas. “Grande parte do que eles ganham com fretes é investida em insumos como combustível, pneus. Por conta disso, por meio desta lei, foi liberado um limite diferenciado de faturamento anual se comparado às demais categorias”, explica.

O MEI Caminhoneiro também se diferencia dos demais microempreendedores quanto ao pagamento da guia mensal, o Documento de Arrecadação do Simples Nacional. O MEI Caminhoneiro vai pagar 12% do salário mínimo de INSS pessoal, enquanto as demais categorias pagam 5%.

No Portal do Empreendedor do Governo Federal é possível encontrar todas as informações sobre o MEI e aderir ao regime pela internet, por meio do site https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/empreendedor. 

Além disso, os profissionais que se regularizarem podem contar com outros benefícios, como cursos e capacitações do Sebrae e possibilidade de se associar a instituições que representam o microempreendedor individual. “Aqueles caminhoneiros que fizerem o CNPJ e se associarem à AMIC PR poderão contar com nossos cursos de profissionalização, nossas capacitações, também com o nosso convênio de saúde que é muito vantajoso para estes trabalhadores que estão sempre viajando, precisam cuidar da sua saúde e da saúde da sua família”, lembra Sônia.

Via: Assessoria AMIC Paraná - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.