Brasil

Gripe e Covid impactam em planejamento odontológico de pacientes

Começo do ano é o período ideal para planejar um tratamento dentário a ser executad...

12 jan 22 - 15h00 Skalet Fernanda
Gripe e Covid impactam em planejamento odontológico de pacientes

O início do ano é uma época propícia para o planejamento odontológico. “O período, que em geral coincide com as férias de trabalho e dos estudos, é o momento ideal para organizar os tratamentos ao longo dos meses”, afirma a dentista e ortodontista Roberta Held. Neste plano, destaca a especialista, são considerados os procedimentos de prevenção, incluindo a limpeza bucal periódica, até as necessidades mais específicas, como implantes, aparelhos ortodônticos ou alinhadores. “O planejamento odontológico não apenas prioriza a saúde de maneira integral, mas permite que o paciente ordene suas finanças para realizar os tratamentos com tranquilidade”, diz.

Impostos, despesas com materiais escolares, entre outros gastos que pesam no orçamento no começo do ano, acabam por adiar os tratamentos odontológicos. Em 2022, pontualmente, o cenário de crescimento de casos de gripe e covid contribui ainda mais para retardar a visita ao dentista. “Da mesma forma que constatamos um aumento no cancelamento de consultas e exames médicos essenciais para a prevenção e diagnóstico de inúmeras doenças durante a pandemia, verificamos que a saúde bucal também é comprometida pelo adiamento da prevenção e dos tratamentos”, destaca Roberta.

A prevenção não se limita a evitar o surgimento de cáries e gengivite, dois problemas bastante comuns quando se trata de saúde bucal. A odontologia praticada com esta finalidade se volta ainda à prevenção de doenças como gastrite, diabetes, problemas respiratórios e cardíacos. “A prevenção em dia também vai representar o melhor custo-benefício diante de um atendimento de emergência ocasionado por dor, por exemplo”, afirma a especialista.

No planejamento odontológico, que envolve tratamentos a longo prazo, os benefícios também são notáveis, observa Roberta Held. “O paciente pode, inclusive, definir com o especialista o período mais adequado para o início de um procedimento, visando o repouso adequado”, indica. “Pode também se organizar sobre os exames e as documentações necessárias e, assim, realizar o tratamento com mais tranquilidade. E aqui destacamos a possibilidade de uma melhor organização financeira”, diz.

Dentes quebrados, lascados, manchados, descoloridos e desalinhados podem ser restaurados e corrigidos por procedimentos estéticos. Nestes casos, afirma Roberta, o planejamento também é fundamental. “Para cada necessidade, há um plano que vai exigir um estudo detalhado por parte do profissional. Tudo isso para que o paciente possa usufruir dos melhores benefícios que a odontologia moderna pode proporcionar em nome da saúde e do bem-estar”, finaliza.

Via: Assessoria Maiko Magalhães - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.