Cascavel

Oficina discute futuro recorte da Região Metropolitana de Cascavel

Oficina aconteceu na tarde desta quinta-feira na sala de reuniões da prefeitura...

07 abr 22 - 21h24 Redação SOT
Oficina discute futuro recorte da Região Metropolitana de Cascavel

Cascavel encerrou, na tarde desta quinta-feira (7), a série de oficinas promovidas pelo Estado para instrumentalizar a definição do futuro recorte da Região Metropolitana de Cascavel (RMCA). A região é composta por 24 municípios, conforme definiu lei complementar aprovada em 2015.

O Paranacidade contratou uma empresa especializada para elaborar os estudos técnicos para a formação da RMCA. “Com o advento do Estatuto da Metrópole existem alguns critérios técnicos para uma efetiva formação de uma região metropolitana”, explica Tales Guilherme, presidente do Instituto de Planejamento de Cascavel (IPC).

Os estudos técnicos vão indicar um planejamento estratégico para o crescimento ordenado da região metropolitana e indicarão as funções públicas de interesse comum em três setores - meio ambiente, planejamento territorial e uso de solo, além de mobilidade.

“Questões ambientais e de uso de solo não vêm fronteiras entre os municípios que precisam ter um crescimento ordenado e integrado”, destaca Tales.

Manoela Feijes, coordenadora adjunta do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI) da Região Metropolitana de Cascavel explica que as oficinas técnicas são importantes para discutir o futuro e o desenvolvimento da região.

“Uma região metropolitana precisa, obrigatoriamente, cumprindo uma lei federal chamada Estatuto da Metrópole, desenvolver um plano integrado em que a gente vai conversar e pensar de modo coletivo e compartilhado sobre várias pautas que melhoram a qualidade de vida em todos os aspectos dessa região metropolitana”, explica Manoela.

Via: Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3cNjswL



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.