Paraná

Corretor de imóvel foi executado por engano, segundo as investigações da Polícia Civil Maringá

Após confirmar a execução a PM isolou o local e acionou a Polícia Civil e a perícia...

06 mai 22 - 14h59 Redação SOT
Corretor de imóvel foi executado por engano, segundo as investigações da Polícia Civil Maringá

No início da tarde desta quinta-feira (05) a Polícia Militar foi chamada para atender uma ocorrência de homicídio na Rua Pioneiro Antônio de Ganello, no bairro Jardim Dias. Chegando no local os militares constataram que Aparecido Henrique Romero, de 31 anos, havia sido executado com mais de 15 tiros de pistola.

Após confirmar a execução a PM isolou o local e acionou a Polícia Civil e a perícia técnica. Henrique Romero estava na frente de uma residência com dois amigos, quando foi surpreendido pelos assassinos que ainda não foram identificados, que disparou por diversas vezes à queima roupa contra a vítima.

Familiares e amigos de Romero buscavam entender o que teria acontecido para esse homicídio cruel. O delegado da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoas (DHPP), afirmou que a vítima foi morta por engano. A princípio o alvo dos atiradores estaria no interior da residência. 

Romero, não tinha passagens pela polícia e tinha o mesmo porte físico do alvo dos atiradores. 

O crime  - Um homem de 31 anos foi morto a tiros no início da tarde desta quinta-feira (05) no bairro Jardim Dias, em Maringá. De acordo com a Polícia Militar, a vítima não tinha passagem pela polícia. 

O crime ocorreu na Rua Pioneiro Antônio de Ganello. Aparecido Henrique Romero foi surpreendido pelos assassinos que estavam encapuzados quando deixava a casa de um amigo para ir almoçar. Dois homens desceram de um VW Gol modelo G5 de cor escura, renderam Henrique e abriram fogo contra ele. Um amigo que estava no local, foi atingido de raspão.

Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram acionados e constataram o óbito do rapaz. A princípio mais de 20 tiros atingiram a vítima. Câmeras de segurança registraram o crime e podem ajudar nas investigações.

Via: Plantão Maringá - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3cNjswL



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.