Cascavel

No FC Cascavel, Tcheco é o quinto técnico do futebol brasileiro há mais tempo no cargo

A continuidade do treinador é uma prova de como o FC Cascavel planeja o futebol, se...

11 mai 22 - 10h41 Redação SOT
No FC Cascavel, Tcheco é o quinto técnico do futebol brasileiro há mais tempo no cargo

Há um ano e cinco meses no comando do Cascavel, Tcheco é um dos treinadores mais longevos do futebol brasileiro. Apenas cinco técnicos estão há mais tempo do que ele no cargo, contando os clubes que disputam as Séries A, B, C e D em 2022.

Os cinco primeiros são:

1 - Chiquinho Viana, desde 2013 no São Raimundo-RR (Série D);

2 - Duzinho, desde 2019 no Real Noroeste-ES (Série D)

3 - Maurício Barbieri, desde setembro de 2020 no Red Bull Bragantino (Série A)

4 - Abel Ferreira, desde novembro de 2020 no Palmeiras (Série A)

5 - Tcheco, desde dezembro de 2020 no Cascavel (Série D)

A continuidade do treinador é uma prova de como o FC Cascavel planeja o futebol, sem abrir mão de seus princípios. A política da Serpente Aurinegra é de dar continuidade aos treinadores. Funciona desta forma mesmo antes da chegada de Tcheco, anunciado em dezembro de 2020.

Nos últimos quatro anos, o Cascavel teve apenas três treinadores, sempre iniciando e terminando a temporada. Desde então, o clube, que nunca tinha conseguido um calendário completo, já disputa pela terceira vez seguida a Série D, foi vice-campeão paranaense, além de disputar duas vezes a Copa do Brasil alcançando a segunda fase. 

No Brasil, a média de um treinador no cargo é de aproximadamente cinco meses, segundo o Centro Internacional de Estudos Esportivos do Observatório do Futebol. O executivo de futebol, Marcus Vinicius Beck Lima, que está no clube desde março de 2020, explica a política da manutenção dos treinadores no cargo.

“No futebol, não existe mágica. A continuidade de um trabalho é o melhor jeito para obter resultados e existem estudos que comprovam isso. Também podemos ver, no próprio futebol brasileiro, casos de sucessos com clubes que mantiveram seus técnicos. São diversos exemplos. Imagina você no seu trabalho, tendo um chefe diferente a cada cinco meses, mudando toda a forma de trabalhar. No futebol, é  a mesma coisa. Não tem como desenvolver um trabalho consistente trocando de técnico a cada cinco meses”, explica Beck Lima.

Com Tcheco no comando do banco de reservas, o Cascavel encara o Caxias no sábado, às 16hs, no Estádio Olímpico Regional. Líder invicto, o time conta com o apoio do torcedor. Os ingressos estão sendo vendidos a partir de 10 reais nas lojas e pelo site do clube.

Via: Assessoria Futebol Clube Cascavel - Foto: Daniel Malucelli


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3cNjswL



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.