Cascavel

Anel rodoviário permitirá crescimento planejado e ordenado de Cascavel

Proposta busca tirar as rodovias do perímetro urbano e possibilitará, para quem est...

13 mai 22 - 12h26 Atualizado 13 mai 22 - 12h39 Redação SOT

O almirante Anatalicio Risden Junior, diretor-geral da Itaipu Binacional, foi recebido na Acic,  na noite de ontem (12), por representantes de entidades de Cascavel. No encontro, foi quando apresentado um estudo sobre o anel rodoviário que pretende tirar as rodovias do perímetro urbano e, com isso, garantir um crescimento planejado e ordenado da cidade para as próximas décadas.

O estudo foi desenvolvido pelo Instituto de Planejamento de Cascavel (IPC) que, junto com as entidades, apresentou ao diretor da Itaipu em busca de parceria para financiar e contratar a elaboração dos projetos de impacto ambiental e de engenharia.

“A gente está em uma região agrícola, o trânsito de caminhão é muito grande e hoje todo o trânsito que vem de Guaíra, de Foz do Iguaçu, do Rio Grande do Sul, inclusive, passa pelas BRs 277, 467 e 369. A gente quer tirar esse trânsito pesado de Cascavel e transformar essas rodovias em avenidas, que possam ser vias coletoras, de oportunidade de empresa, de comércio, criando mais qualidade de vida”, enfatizou o prefeito Leonaldo Paranhos.

O estudo preliminar foi apresentado pelo engenheiro e assessor de Gabinete, Fernando Dillenburg. Segundo ele, o anel rodoviário  passa a ser uma ferramenta de logística para quem quiser passar por Cascavel sem parar, perdendo menos tempo, usando o anel como um contorno rodoviário. A obra traria para a cidade uma perspectiva de crescimento e planejamento mais adequado.

“A Prefeitura, o IPC e a Secretaria de Agricultura definiram os locais por onde poderia passar este traçado, preservando sempre a distância que possa ter uma vida útil de pelo menos 30 anos, até que a cidade chegue a este anel rodoviário”, explica Dillenburg.

O almirante Risden destacou a parceria da gestão municipal com as entidades e a população no planejamento da cidade. Ele ressaltou que a participação de todos ajuda a cidade a se desenvolver ainda mais. Risden enalteceu o estudo e disse que será analisado para um apoio dentro das possibilidades da empresa.

“Tenham certeza que vamos olhar com muito carinho para essa aprovação”, destacou.

Para o presidente da Acic, Genésio Pegoraro, o estudo foi feito pensando no futuro da cidade. “Fizemos uma proposta de traçado distante do perímetro urbano, pensando no crescimento da cidade nos próximos 30 anos”,

História - O presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, lembrou que, em 1978, um plano semelhante para tirar o tráfego das rodovias foi criado. Na época, uma equipe técnica, liderada pelo arquiteto Jaime Lerner, foi responsável pelo projeto.

O anel viário da época era composto pelas ruas Manaus, Cuiabá, Francisco Bartinik e Rocha Pombo. Esse anel permitiu o crescimento ordenado da cidade, mas hoje essas vias estão no perímetro urbano.

Via: Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3cNjswL



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.