Brasil

Tio suspeito de engravidar menina de 10 anos é preso em Minas Gerais

Ele era procurado pela Polícia Civil do Espírito Santo (PCES) desde a última quinta...

18 ago 20 - 10h25 Luiz Felipe Max
Tio suspeito de engravidar menina de 10 anos é preso em Minas Gerais

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), informou na manhã desta terça-feira (18/8) que a polícia do estado prendeu o homem suspeito de estuprar e engravidar a sobrinha de apenas 10 anos.

Ele foi localizado em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), e será transferido para o Complexo Penitenciário de Xuri, em Vila Velha (ES).

“A nossa polícia efetuou nesta madrugada a prisão do estuprador da menina violentada no no interior do ES. Que sirva de lição para quem insiste em praticar um crime brutal, cruel e inaceitável dessa natureza”, disse em conta oficial no Twitter.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), informou na manhã desta terça-feira (18/8) que a polícia do estado prendeu o homem suspeito de estuprar e engravidar a sobrinha de apenas 10 anos.

Ele foi localizado em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), e será transferido para o Complexo Penitenciário de Xuri, em Vila Velha (ES).

A nossa polícia efetuou nesta madrugada a prisão do estuprador da menina violentada no no interior do ES. Que sirva de lição para quem insiste em praticar um crime brutal, cruel e inaceitável dessa natureza”, disse em conta oficial no Twitter.

R. H. de J. era procurado pela Polícia Civil do Espírito Santo (PCES) desde a última quinta-feira (13/8), após a menina ir ao médico com dores abdominais e a família descobrir os abusos.

Policiais foram a um município no estado da Bahia, onde o criminoso tem parentes. No entanto, ele não foi localizado e, desde então, era considerado foragido.

Entenda o caso

O criminoso é suspeito de abusar sexualmente da sobrinha desde quando a garota tinha 6 anos de idade. Segundo os investigadores, ele ainda ameaçava a menina para que não contasse sobre os estupros a ninguém.

O caso só chegou ao conhecimento da Polícia Civil do Espírito Santo no último dia 8, após a criança dar entrada no Hospital Roberto Silvares, em São Mateus, com suspeita de gravidez. Aos policiais, ela contou que era abusada há quatro anos.

Na última sexta-feira (14/8), a família conseguiu uma autorização judicial para a menina interromper a gravidez. No entanto, o hospital de referência de Vitória alegou questões técnicas para não fazer o procedimento.

A menina conseguiu interromper a gestação em uma unidade de saúde em Pernambuco.

Via: Redação/Costa Oeste News - Foto: Internet


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.