Cascavel

Grandes palestras marcarão Show Pecuário On-line

Evento será transmitido pelo Youtube nos dias 25 a 28 de agosto, das 19h30 às 20h30...

24 ago 20 - 22h45 Redação SOT
Grandes palestras marcarão Show Pecuário On-line

O Show Pecuário On-line 2020 está chegando! O evento, promovido pelo Sindicato Rural de Cascavel e pela Sociedade Rural do Oeste do Paraná, será mais uma vez marcado pelas grandes palestras. Devido à pandemia da Covid-19, a edição será mais enxuta e estritamente on-line. No entanto, grandes nomes estão confirmados no evento, que acontece nos dias 25 a 28 de agosto, das 19h30 às 20h30.

No primeiro dia, Alexandre Toloi, Zootecnista e gerente nacional de Sistemas de Ordenha Voluntário da DeLaval Brasil, trará o que há de mais moderno na pecuária brasileira.

“Na pecuária leiteira, por exemplo, vou falar sobre o crescimento da automatização no processo de ordenha voluntária, tecnologia que busca mais eficiência no processo e gera menor dependência de mão de obra para trabalhos pouco produtivos. Vou mostrar exemplos de resultados em algumas fazendas no Brasil e ao redor do mundo. Também vou trazer alguns pontos da agricultura, com informações sobre as últimas inovações em sistemas de precisão e como eles melhoram os resultados no dia a dia do negócio”, adiantou.

No segundo dia (26), o renomado pesquisador do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), Thiago Bernardino de Carvalho fará uma palestra. Thiago é economista agrícola, mestre em Economia Aplicada e Doutor em Administração de Empresas pela FEA/USP. Também é professor de economia e gestão na UNESP/Botucatu e do MBA em Agronegócio da USP.

Segundo ele, neste ano tivemos uma situação atípica, devido ao coronavírus, mas também uma situação que vem se desenvolvendo nos últimos dois anos em se tratando da China. “A China vem comprando mais produtos brasileiros nos últimos meses, devido a alguns fatores como: competitividade dos produtos brasileiros em termos de quantidade e qualidade, preços relativos mais atraentes (devido ao câmbio desvalorizado e também aos custos competitivos) e também pela briga comercial entre o país asiático e os EUA. Soma-se a esse fato a pandemia, que aproximou mais o Brasil da China devido a qualidade e controle de seus produtos. Outros países, focando no mercado interno e com problemas de contaminação, muitas vezes não conseguem colocar seu produto no mercado chinês”, explicou.

Para 2021, Thiago acredita que devemos continuar muito próximos da China mantendo os embarques devido à condição natural do Brasil produzir muito alimento à custo baixo. “Mas devemos ficar atentos para alguns fatores como: eleição norte-americana, valorização do Real e também a reconstrução da China para alguns setores, como por exemplo a cadeia suinícola”.

Os setores promissores pós-pandemia, segundo Thiago, são: proteína animal, carnes e leite, e grãos (milho e soja). Setores florestal e de minério de ferro continuarão também a serem importantes para o mercado chinês, mas o mercado asiático irá buscar cada vez mais alimentos baratos no Brasil.

Já no dia 27 será a vez de Izaías Junior, médico veterinário da Zoetis e mestre em reprodução bovina, falar sobre os desafios da reprodução na pecuária de corte brasileira. “Sem dúvida, o principal desafio é o anestro pós-parto. Anestro é denominado o período de completa inatividade sexual, durante o qual não há sinais de manifestação de cio. Esse fenômeno acomete quase a totalidade das nossas matrizes e faz com que elas demorem para voltar à ciclicidade consequentemente demorando para emprenhar dentro da estação de monta”, disse.

Em sua live, ele dará dicas de como amenizar ou solucionar o problema nas vacas da sua fazenda.

Por fim, no dia 28, grandes nomes da agropecuária brasileira farão parte de um debate. Entre eles estão confirmados: Ronei Volpi, presidente da Câmara Setorial do Leite e também da Comissão Técnica da Bovinocultura de Leite da FAEP (Federação da Agricultura do Estado do Paraná), René Machado, Gerente Executivo da Nestlé Brasil, Paulo Orso, presidente do Sindicato Rural de Cascavel entre outros.

“Encontramos uma oportunidade de repassar conhecimento em meio à pandemia. As lives têm acontecido a todo o momento, em todos os segmentos, e resolvemos também apostar nessa ideia. Pedimos que todos assistam e divulguem. Afinal, é mais uma forma de aprender”, comentou Paulo Orso, presidente do Sindicato Rural de Cascavel.

Via: Assessoria Show Pecuário - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.