Cascavel

Apesar de inverno, Cascavel tem 11 casos confirmados de dengue

Confira quais são os bairros que já têm casos positivos no primeiro mês epidemiológ...

28 ago 20 - 11h09 Redação SOT
Apesar de inverno, Cascavel tem 11 casos confirmados de dengue

A principal prova que as baixas temperaturas não são motivos para baixar a guarda quando o assunto é mosquito da dengue é que mesmo em pleno inverno os casos da doença em Cascavel seguem ativos. De acordo com o novo boletim epidemiológico, já são 11 casos confirmados no Município em agosto. 

Conforme o documento da Secretaria de Saúde, 125 casos foram notificados, destes 73 descartados e outros 41 estão aguardando exame. Os pacientes são dos bairros: Cataratas, Morumbi, Santa Felicidade, Universitário e XIV de Novembro, além dos distritos de Juvinópolis e São João. Já os bairros Jardim Presidente e Neva têm dois casos confirmados cada. 

Os números reforçam que não se pode dar trégua à dengue, pois o ovo do mosquito resiste ao frio por até um ano, só esperando gotículas de água e calor para eclodir. Por essa razão, a Secretaria de Saúde alerta a importância de sempre manter os quintais limpos e eliminar qualquer possível criadouro.

Vale destacar que agentes de Endemias seguem com as visitas domiciliares e atendimentos a denúncias. Aliás, caso você tenha uma denúncia, o canal para isso é o 156, a Ouvidoria do Município. 

Como posso ajudar?

Somente uma mobilização da comunidade é o que fará a diferença nessa guerra contra o mosquito. Não deixe acumular água parada, até mesmo água suja.

Dentre os locais que precisam ser vistoriados pela população estão: edícula, tonéis com captação de água da chuva, aquários sem bomba de oxigenação, pratos de vasos de plantas, bandejas das geladeiras, bebedouro de animais, tanque de roupas que ficam com água empossada no fundo, coletor de água da saída do ar-condicionado, lixeiro sem tampa e sem furo embaixo, piscinas de plástico, cisternas, caixas de gorduras e plantas aquáticas, pequenos objetos nos quintais; como tampas de garrafas, copos plásticos e brinquedos infantis. A destinação de pneus também é outro problema. A recomendação é deixá-los em uma área coberta ou então encaminhar para uma borracharia que se responsabilize. Até mesmo gotículas de água numa tampinha de plástico já são suficientes para se transformar no criadouro do mosquito.

Via: Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.