Cascavel

Residentes Multiprofisionais desenvolvem projeto de promoção à saúde mental

Projeto realizado na USF Pioneiros Catarinenses propõe estratégias para atendimento...

04 dez 20 - 16h47 Redação SOT
Residentes Multiprofisionais desenvolvem projeto de promoção à saúde mental

A relevância do trabalho multiprofissional de encontro com as demandas da Atenção Primária. Este é o foco do Projeto “Tecendo a Teia com a Rede Intersetorial” das residentes: Rafaela Zulmira de Oliveira Moraes (Serviço Social) e Yasmin Luisa Dengo Lombardo (Enfermagem). 

O trabalho é supervisionado pelas preceptoras: Assistente Social, Andréia S. Seubert Dalfhert e a Enfermeira Crislaine de Moura Castilhos. Para o desenvolvimento da proposta, as residentes estudaram a rotina de atividades da Unidade de Saúde da Família (USF) do bairro Pioneiros Catarineses, especificamente, ao atendimento psíquico dos pacientes. 

Conforme descrito no Projeto de Residência Multiprofissional, a USF conta com 128 pacientes assistidos pela unidade e que também aguardam para o atendimento especializado nas áreas de psicologia e psiquiatria. Desses, 67% são mulheres e 33% homens, com idades entre 07 e 81 anos. 

Rafaela e Yasmin, no entanto, propuseram uma dinâmica para que essas pessoas tenham o acompanhamento contínuo de suas patologias, através da abordagem multiprofissional e interdisciplinar para um acolhimento eficiente, longitudinal e integral ao usuário em sofrimento psíquico. 

A Unidade de Saúde da Família Pioneiros Catarinense atua com duas equipes multiprofissionais e residentes das áreas de enfermagem, medicina, odontologia e serviço social dos Programas de Residência Médica e Multiprofissional em Saúde da Família. 

A tarefa é dividida em quatro momentos, que inclui a orientação aos  servidores da USF sobre saúde mental, a esculta qualificada multiprofissional para mapear e estratificar os principais anseios dos pacientes embasando o Plano Terapêutico Singular. Além disso, consultas individuais e/ou multiprofissional; grupos e/ou oficinas; auriculoterapia e possíveis encaminhamentos para a RAS e rede intersetorial.

Desde o início do projeto, em novembro, já foram realizados mais de 10 atendimentos e quatro pacientes realizam sessões de auriculoterapia. 

“Com a autorização da Secretaria de Saúde, através do secretário Thiago Daross Stefanello e também do gerente da Divisão de Atenção Primária, Ali Haidar, o projeto contribuirá com as equipes da USF Pioneiros no matriciamento dos pacientes que encontram-se em fila de espera para atendimento especializado nas áreas de psicologia e psiquiatria e por conseguinte acompanhamento do quadro clínico dos mesmos”, explicou a preceptora, Enfermeira Crislaine de Moura Castilhos. 

“O projeto pretende qualificar o atendimento longitudinal e integral do paciente em sofrimento psíquico. Isso é fundamental para que as equipes da USF possam oferecer não somente um atendimento clínico e pontual à queixa apresentada, mas também acolhimento e cuidado multiprofissional para recuperação, prevenção e promoção da saúde”, detalha Residente em Serviço Social, Rafaela Moraes. 

“Além dos sintomas pré-existentes, devemos possibilitar que todas as queixas sejam acolhidas, pois podem conter peças importantes para o tratamento completo ao paciente”, completou. 

As residentes multiprofissionais e as precpetoras do projeto contam com o acompanhamento acadêmico avaliativa da Escola de Saúde Pública da Secretaria de Saúde de Cascavel.

Via: Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3cNjswL



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.