Cascavel

AMAC emite nota de repúdio após criança autista ser discriminada por motorista de aplicativo

A empresa de aplicativo também se manifestou sobre o caso.

08 dez 20 - 22h44 Atualizado 08 dez 20 - 23h05 Redação SOT
AMAC emite nota de repúdio após criança autista ser discriminada por motorista de aplicativo

A Associação de Mães de Autistas de Cascavel (AMAC), vem por meio desta, demonstrar seu repúdio ao episódio ocorrido na manhã de hoje (08/12), com a senhora Marcele que foi, juntamente com seu filho autista, expulsa de dentro de um carro de aplicativo. De acordo com ela, depois de andar três quadras, o motorista pediu que ela e o filho descessem do carro por que a criança chorava demais. Mesmo explicando que seu filho era autista, o motorista pediu que eles descessem, cobrou a corrida e os deixou na rua, sem completar a viagem. O ato praticado pelo motorista que representa a rede de aplicativos, é antes de qualquer coisa, ato de discriminação.

· O Estatuto da Criança e do Adolescente, em seu artigo 88, diz que é crime “Praticar, induzir ou incitar discriminação de pessoa em razão de sua deficiência” sendo a pena “reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa”.

· A Lei 12.764/2012, em seu artigo 4º diz que: A pessoa com transtorno do espectro autista não será submetida a tratamento desumano ou degradante, não será privada de sua liberdade ou do convívio familiar nem sofrerá discriminação por motivo da deficiência.

· A lei 13.146/2013, em seu 5º artigo diz: A pessoa com deficiência será protegida de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, tortura, crueldade, opressão e tratamento desumano ou degradante.

Aguardamos retratação por parte da empresa e do motorista, bem como ação urgente a fim de evitar que esse tipo de situação volte a ocorrer com nossas famílias autistas.

Sem mais - Diretoria Amac

Via: Redação/Skalet Fernanda - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.