Cascavel

Romulo propõe audiência pública sobre pedágios e pede que Governo reverta decisão

O vereador Romulo Quintino (PSC) decidiu propor a realização de uma audiência públi...

20 jan 21 - 19h21 Redação SOT
Romulo propõe audiência pública sobre pedágios e pede que Governo reverta decisão

O vereador Romulo Quintino (PSC) decidiu propor a realização de uma audiência pública na Câmara Municipal para debater com a população e com setores organizados sobre a decisão do Governo Estadual de autorizar a abertura de novas praças de pedágio na região oeste do Paraná. Além do evento sugerido para o dia 23 de fevereiro, o parlamentar também enviou ofício ao governador Ratinho Jr. (PSC), pedindo que ele revise esse estudo, “sob pena de o governo condicionar essa autorização sem o devido consentimento popular, e, principalmente, sem ouvir os verdadeiros usuários das rodovias”, afirmou Romulo no texto.

Romulo Quintino se refere à polêmica a respeito da autorização dada pelo governador para a instalação de praças de pedágio em todo o Paraná. Só nas proximidades de Cascavel, são quatro pedágios, um deles entre nosso município e Toledo. O vereador alega que essa iniciativa do Governo seria “lamentável e até mesmo dolorosa para muitos motoristas que se utilizam das nossas rodovias para todos os tipos de atividades, seja a trabalho, estudo ou até mesmo lazer”.

Ele lembra que a região oeste do Estado é uma das mais produtivas do Brasil no setor agropecuário e que o custo dos pedágios afeta diretamente o valor dos fretes e até mesmo da produção. “Será a grande, média e pequena empresa, o autônomo, o vendedor, o professor e o aluno que moram em uma cidade e precisam se dirigir a outra para lecionar e estudar, o próprio turismo será afetado, entre vários outros tipos de segmentos que se utiliza das rodovias paranaenses todos os dias”, argumenta Romulo no ofício.

O parlamentar lembra que o valor do pedágio no Paraná já é considerado caro pelos motoristas e empresas, em relação ao que se cobra em outras regiões do país, e que o serviço prestado pelas concessionárias não está à altura do que é cobrado. Por fim, Romulo pede que o governador atente para a grave situação econômica da população e dos empresários em consequência da pandemia de covid-19. “As dificuldades são enormes para todos, e o que se vê é abusivos e desnecessários serviços de pedágios serem colocados ‘goela abaixo’ da nossa gente”, finaliza Romulo.

Via: Assessoria de Imprensa/CMC- Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.