Cascavel

Transitar marca para 1 de março o primeiro leilão de veículos de 2021

Devido à pandemia, comercialização dos 137 veículos e demais lotes será na modalida...

12 fev 21 - 18h04 Redação SOT
Transitar marca para 1 de março o primeiro leilão de veículos de 2021

Foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (12) o edital de abertura do primeiro leilão da Transitar (Autarquia Municipal de Mobilidade, Trânsito e Cidadania) de 2021. Ao todo serão comercializados 137 veículos em condições de circulação, 194 lotes de sucatas aproveitáveis com motor inservível (para venda de peças), além de sucatas inservíveis destinadas a empresas do ramo siderúrgico, que serão transformados em fardos metálicos.

O leilão, do tipo maior lance, será realizado na modalidade online no dia 1 de março, a partir das 9 horas, pelo leiloeiro público oficial Helcio Kronberg, no site da Vip Gestão e Logística (www.vipleiloes.com.b), para licitantes previamente cadastrados e homologados, conforme as orientações do edital, que pode ser conferido no site da empresa realizadora do leilão. As propostas já estão abertas, online, e serão recebidas exclusivamente, na internet, pelo site www.vipleiloes.com.br.

De acordo com o presidente da Comissão de Leilões da Transitar, Alex Sandro Vitório, os veículos que irão a leilão são todos removidos por agentes de trânsito por estar em desacordo com as normas estabelecidas pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro) e/ou Legislação Municipal vigente. Eles podem ser conferidos no site da empresa realizadora do leilão ou nos dias da visitação, presencialmente, no Pátio de Veículos da Transitar, onde encontram-se há mais de 60 dias recolhidos.

Visitação - Interessados em adquirir lotes podem conferir os mesmos pessoalmente nos 24, 25 e 26 de fevereiro, no horário das 8h30 às 11h30 e das 13 horas às 17 horas, no Pátio de Veículos, localizado à Rua da Lapa, nº 1.509, Bairro Ciro Nardi.

“É importante que os participantes leiam atentamente as regras do edital. Para adquirir sucata, por exemplo, é preciso que o interessado esteja registrado como empresa que comercializa peças em desmonte perante os órgãos executivos de trânsito”, explica Vitório.

Ele lembra que, embora  os veículos sejam entregues desembaraçados de ônus, existe um prazo de até 60 dias após o leilão, que é um tempo que a Transitar solicita para oficiar os órgãos responsáveis para a devida desvinculação de débitos (IPVA, licenciamento, multas, gravames e demais restrições). “O comprador não sai com o veículo na hora”, esclarece.

Via: Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.