Brasil

Quais são as principais doenças que acometem os brasileiros

O levantamento desses dados é feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatí...

27 abr 21 - 00h12 Redação SOT
Quais são as principais doenças que acometem os brasileiros

De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) realizada em 2019, 52% da população brasileira acima de 18 anos possui diagnóstico de doença crônica. O levantamento desses dados é feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em parceria com o Ministério da Saúde.

O IBGE ainda ressalta que tais doenças crônicas têm grande impacto na saúde pública, uma vez que comprometem a qualidade de vida, provocam incapacidade, mortes prematuras e maiores custos (tanto para a sociedade quanto para o sistema de saúde).

A Pesquisa Vigitel 2019 também apontou dados alarmantes sobre a taxa de obesidade, colocando o Brasil entre os três países com mais obesos no mundo.

O que dizem as pesquisas

Após as entrevistas da PNS (108 mil famílias) e da Vigitel (mais de 52 mil pessoas), concluiu-se que:

• 23,9% da população sofre de hipertensão arterial. Essa porcentagem é equivalente a 38,1 milhões de pessoas, sendo 26,4% mulheres e 21,1% homens.

• 16,3 milhões de brasileiros (as) possuem diagnóstico de depressão, sendo que 14,7% são mulheres e 5,1% são homens. Esse total representa 10,2% da população.

• 14,6% das pessoas com 18 anos ou mais têm colesterol alto. Dessas, 17,6% são mulheres e 11,1% são homens.

• 7,7% da população brasileira (o que equivale a 12,3 milhões de pessoas) tem diabetes. Sendo que esse diagnóstico atinge 8,4% das mulheres e 6,9% dos homens

• 5,3% (8,4 milhões de pessoas) possuem alguma doença do coração.

• 3,1% (6,5 milhões de pessoas adultas) possuem um diagnóstico de acidente vascular cerebral (AVC).

• 2,6% (4,1 milhões de adultos), foram diagnosticados com câncer.

• 21,6% da população (45,3 milhões de pessoas) possui algum problema crônico de coluna.

• 19,8% da população brasileira está obesa, o que representa 41,5 milhões de brasileiros (as).

O que são essas doenças?

Como vimos, os números de doenças crônicas no Brasil são preocupantes e estão em uma crescente ao longo dos anos. Então, vamos entender melhor quais são essas doenças e seus danos à saúde.

• Hipertensão arterial - A hipertensão arterial, conhecida popularmente como pressão alta, consiste na pressão que o sangue faz contra as artérias para poder circular pelo corpo. Essa contração faz com que o coração se esforce mais durante o funcionamento. Dessa forma, a hipertensão provoca danos ao coração e às artérias.

Essa doença pode surgir em qualquer fase da vida, embora seja mais comum em idosos. Uma pessoa é considerada hipertensa quando, mesmo em repouso, apresenta pressão arterial igual ou acima de 14 por 9. A pressão alta torna as pessoas portadoras mais propensas a problemas vasculares, como AVC e infarto, doença renal crônica, alteração na visão, entre outros. Embora não tenha cura, pode ser controlada por meio de tratamento e adoção de hábitos saudáveis.

• Depressão - A depressão é uma doença psiquiátrica crônica e recorrente. Seus sintomas são caracterizados por tristeza profunda, pessimismo, baixa autoestima, desesperança, sentimento de culpa, entre outros. Ela pode ser causada por predisposição genética ou por gatilhos que desencadeiam crises, a exemplo de algum acontecimento traumático, estresse, consumo de drogas, doenças sistêmicas, entre outros. Pessoas com depressão podem apresentar quadros variados de intensidade e duração e apresentarem três graus diferentes: leve, moderado e grave. A depressão exige acompanhamento psicoterapêutico.

• Colesterol alto - O colesterol alto ocorre quando o corpo eleva a produção de gordura, o que pode levar à obstrução dos vasos sanguíneos e, consequentemente, diminuir o fluxo de sangue em regiões importantes, a exemplo do coração. Uma pessoa com colesterol alto é mais propensa a ter um infarto ou outras doenças cardiovasculares. O tratamento para o colesterol alto é feito por meio de medicação e mudança de hábitos na rotina e na alimentação.

• Diabetes - A diabetes é uma doença crônica metabólica que consiste no aumento de glicose (açúcar) no sangue. Isso porque ela é causada pela falta ou má absorção de insulina, hormônio produzido pelo pâncreas e que transforma a glicose em energia para o corpo. Essa doença pode ser hereditária ou associada a outros fatores, como obesidade, hipertensão, estresse, entre outros. Há diabetes tipo 1, tipo 2 e gestacional. Há tratamento para todos por meio de acompanhamento médico e adoção de hábitos saudáveis.

• Acidente Vascular Cerebral - Popularmente conhecido como AVC ou derrame cerebral, o Acidente Vascular Cerebral é caracterizado pela interrupção de fluxo sanguíneo em alguma região do cérebro. Existem dois tipos de AVC: hemorrágico e isquêmico. O AVC hemorrágico acontece quando um vaso cerebral é rompido e provoca sangramento em uma parte do cérebro. Já o AVC isquêmico é provocado pela obstrução de uma artéria que impede a passagem de oxigênio para as células cerebrais, que acabam morrendo. Um derrame cerebral não tem cura. A recuperação de um AVC envolve uma série de tratamentos, de acordo com os danos causados.

• Câncer - O câncer é caracterizado pelo crescimento desordenado de células, que podem invadir tecidos adjacentes ou órgãos mais distantes. É um termo abrangente para mais de 100 tipos diferentes de doenças malignas. Essa doença tem alto grau de gravidade e leva ao óbito a maioria das pessoas diagnosticadas. O câncer pode ser causado por fator hereditário, mas também devido ao tabagismo, exposição aos raios UV, produtos químicos, entre outros.

• Obesidade - Uma pessoa obesa possui excesso de gordura corporal, geralmente provocado pelo sedentarismo e alto consumo de alimentos gordurosos e ricos em açúcar. A obesidade é responsável por desencadear uma série de outras doenças (hipertensão, diabetes, colesterol alto, entre outras). O tratamento para a obesidade envolve atividades físicas, reeducação alimentar e o acompanhamento com nutricionista e demais profissionais necessários.

Como mudar esse cenário?

Com a vida cada vez mais corrida, as pessoas tendem a deixar de lado os cuidados com a saúde. Mas esses números alertam o quão fundamental é manter um estilo de vida equilibrado e sadio.

Quando não são hereditárias, as principais doenças crônicas presentes no Brasil podem ser prevenidas por meio de uma rotina saudável que envolva exercícios físicos, alimentação balanceada e acompanhamento médico frequente.

Até mesmo quem já possui um diagnóstico pode ter uma melhor qualidade de vida, desde que adote bons hábitos diários.

E você, o que tem feito pela sua saúde e bem-estar?

Via: Agência Brasil, Ministério da Saúde, Dr. Drauzio Varella, Tua Saúde, Médico 24hrs, Instituto Nacional de Câncer (Inca) - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.