Cascavel

Moção de Mazutti pede prioridade para vacinar pessoas com síndrome de Down

A campanha #UmaDosedeRespeito é uma iniciativa de mobilização da Federação Brasilei...

04 mai 21 - 17h55 Atualizado 04 mai 21 - 17h56 Redação SOT

Com uma moção aprovada na sessão desta terça-feira (04), a Câmara Municipal manifestou apoio à campanha #UmaDosedeRespeito, promovida pela Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down. Proposta pelo vereador Mazutti (PSC), a moção será agora encaminhada ao governador Ratinho Júnior (PSD), ao secretário estadual de Saúde Beto Preto e ao ministro da Saúde Marcelo Queiroga.

“É uma luta nacional. Nós sabemos que, por conta dessa síndrome, essas pessoas são mais vulneráveis. Não só pela maior gravidade no caso de contraírem a covid-19, mas também porque a própria condição delas dificulta que tenham todos os cuidados próprios de prevenção, o que preocupa ainda mais as famílias. #UmaDosedeRespeito é o que queremos”, disse Mazutti.

A campanha #UmaDosedeRespeito é uma iniciativa de mobilização da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down junto às suas 38 instituições associadas, em busca do reconhecimento da priorização da vacinação para as pessoas com síndrome de Down, que recebe apoio de organizações internacionais como a Down Syndrome International, a Disabled People's Organisations Denmark e a UKaid. O objetivo da campanha é pressionar o governo federal e também os estaduais e municipais para que as pessoas com síndrome de Down sejam vacinadas de imediato, levando em consideração a vulnerabilidade, o risco de contaminação, a baixa imunidade e a probabilidade de desenvolver uma forma grave de covid-19.

No cenário atual, mesmo estando no grupo prioritário, as pessoas com síndrome de Down só serão vacinadas na 1ª fase do Programa Nacional de Imunizações. Logo depois estão as pessoas com deficiência permanente grave.

Via: Assessoria de Imprensa/CMC- Foto: Flavio Ulsenheimer


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.