Paraná

Homem é preso e confessa morte da mãe uma semana após enterrar pai no quintal de casa

Além das mãos amarradas, a mãe estaria com um saco plástico na cabeça, o que indica...

15 mai 21 - 22h42 Atualizado 15 mai 21 - 22h43 Redação SOT
Homem é preso e confessa morte da mãe uma semana após enterrar pai no quintal de casa

Um homem de 40 anos foi preso, na tarde deste sábado (15), suspeito de matar os pais em uma casa do bairro Cajuru, em Curitiba. A mãe foi encontrada morta no andar da cima da residência, com as mãos amarradas. Já com relação ao pai, a suspeita é que ele esteja enterrado no terreno há pelo menos uma semana. Na delegacia, Sergio Castorino Junior confessou o cometimento de ambos os crimes.

De acordo com a Polícia Militar (PM), familiares desconfiaram de algo suspeito após terem reparado em marcas de sangue na residência da Rua Dom João VI. “Os familiares relataram que o pai não era visto há oito dias, que teria ido pescar, enquanto a mãe estaria desaparecida há dois dias. A equipe do Grupo de Operações de Socorro Tático (Gost), do Corpo de Bombeiros, agora faz o trabalho de apoio para a perícia”, descreveu o tenente Daniel, do 20° Batalhão da Polícia Militar.

Além das mãos amarradas, a mãe estaria com um saco plástico na cabeça, o que indica uma morte por asfixia. Segundo o relato do filho, o crime foi cometido na sexta-feira (14), data do aniversário de 69 anos da vítima, Maria Noilda de Oliveira.

À Banda B, uma moradora da região informou que o detido é conhecido por agredir o pai. “Ele estava ‘bem louco’ há dois dias e cheguei a comentar com a minha cunhada que ele ia aprontar, agora isso”, lamentou.

Segundo a polícia, o pai foi identificado como Sergio Castorino e teria sido morto no último domingo (9). Um espeto de churrasco teria sido utilizado para o crime. Segundo o tenente Daniel, o suspeito alegou que cometeu o crime após o pai se negar a entregar dinheiro para a compra de drogas. “A mãe estava viajando durante a discussão do rapaz com o pai, no domingo passado. Como o pai não teria cedido, o crime aconteceu. A mãe retornou durante a semana e, diante da insistência de saber o que havia acontecido, também acabou morta”, explicou.

Com a prisão, Junior foi encaminhado à Central de Flagrantes de Curitiba. No quarto do agressor, a Polícia Militar encontrou uma quantia considerável de cocaína. A Polícia Civil segue investigando o caso.

Via: Redação/Radio Banda B - Foto: Divulgação


Whatsapp Portal Sot - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: bit.ly/3twq87I 



Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.