Cascavel

Missa marca os 51 anos da Coopavel

É de gratidão que falou o presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, durante a Missa em...

16 dez 21 - 18h47 Luiz Felipe Max
Missa marca os 51 anos da Coopavel

Há duas habilidades essenciais que fazem do homem um ser especial na natureza. Ele é o único capaz de ter pensamentos elaborados e de se sentir grato, de agradecer e reconhecer esforços que levam à materialização dos mais diferentes projetos. É de gratidão que falou o presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, durante a Missa em Ação de Graças, na tarde do último dia 15 de dezembro, em comemoração aos 51 anos de fundação da cooperativa.

“A nossa trajetória é de união, trabalho e realizações. Os fundadores sonharam com uma cooperativa que estivesse ao lado de cada um deles e, nós, 51 anos depois, compartilhamos desse pensamento e de tudo o que foi feito para que a Coopavel chegasse até aqui”, observou Dilvo. O presidente citou, diante das provações impostas pela pandemia, que a gratidão é o sentimento que deve ser cultivado. “Somos gratos pelos 51 anos da nossa cooperativa, pela vida e por podermos estar aqui, juntos, trabalhando e honrando todos que nos antecederam”.

A Coopavel tem algo de sublime, destacou Dilvo Grolli, principalmente por jamais se deixar abater diante das dificuldades. “Na década de 1980, em um período particularmente desafiador, não esmorecemos e seguimos, confiantes, aprendendo e fazendo da cooperativa um meio de oportunidades a muita gente. O que colhemos hoje resulta também da conduta ética, dedicada e responsável de todos que, à sua maneira e doando seu talento e trabalho, fizeram com que a Coopavel virasse uma referência de sucesso”. Dilvo lembrou também de seu antecessor, Ibrahim Faiad, que lhe deixou com um grande legado, o de ser um modelo de gestor.

Dons - A missa dos 51 anos foi celebrada pelo monsenhor Reginei Modolo (Padre Zico) que destacou a importância da cooperativa para a sua comunidade. “Celebremos os bons resultados da Coopavel, que é a soma das habilidades, trabalho e esforços de muitos. E dons não faltam entre vós”, afirmou Zico. O monsenhor falou do significado do trabalho na vida das pessoas e, sempre amparado na força do Criador, da necessidade de cultivar virtudes como a humildade e a mansidão.

A celebração eucarística foi prestigiada pelo ex-presidente Ibrahim Faiad, pelo superintendente da Cotriguaçu, Gilson Anizelli, por integrantes dos conselhos Fiscal e de Administração, por cooperados e colaboradores. Atualmente, a Coopavel está entre as 15 maiores cooperativas agroindustriais do Brasil. Ela tem 6,5 mil cooperados, 7,5 mil funcionários e fechará o exercício de 2021 com faturamento recorde de R$ 4.85 bilhões, 40% superior ao volume registrado no ano anterior.

Via: Assessoria Coopavel - Foto: Divulgação


Envie sugestões de Pautas, Fotos, Videos, ou Participe do grupo no WhatsApp ou do nosso Canal no Telegram receba as principais notícias do oeste do Paraná em primeira mão! 

CANAL NO WHATSAPP  -  CANAL DO TELEGRAM - GOOGLE NEWS 



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.