Paraná

ALEP aprova projeto de Requião Filho que amplia acessibilidade aos deficientes visuais no Paraná

Proposta prevê instalação de piso tátil em espaços e prédios públicos

14 ago 23 - 18h36 Redação SOT
ALEP aprova projeto de Requião Filho que amplia acessibilidade aos deficientes visuais no Paraná

Assegurar autonomia, segurança e inclusão aos deficientes visuais nos prédios públicos do Estado é o objetivo de um projeto de lei aprovado, esta semana, na Assembleia Legislativa do Paraná. A proposta define a instalação de piso tátil nas novas edificações públicas e, quando tombados, pelos órgãos do patrimônio histórico e cultural competentes, atendendo as especificações técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. O projeto 33/2023, que tramita na forma de um substitutivo geral, é do deputado Requião Filho (PT), e altera o Estatuto da Pessoa com Deficiência no Paraná, Lei nº 18.419/2015.

De acordo com a justificativa, “percebe-se grande dificuldade de acessibilidade nos prédios públicos paranaenses, seja para os deficientes físicos ou para aqueles que possuem algum nível de deficiência visual. Desta forma, pretende o projeto de lei estabelecer a obrigatoriedade do piso tátil para novas edificações ou nos casos de reforma.”

O piso tátil promove inclusão social, assegurando ao deficiente visual maior autonomia e segurança, marcando o caminho que ele precisa para entrar em determinados locais públicos.

“As faixas em alto-relevo fixadas no chão servem de auxílio na locomoção e são muito importantes, pois garantem a dignidade a essa parcela da população que, naturalmente, já enfrenta outros desafios diante da falta de acessibilidade das nossas cidades. É importante ampliarmos o entendimento que temos dos prédios públicos. Só quem convive com esse problema diário sabe o que isso representa. Garantir um Estado acessível em todas as suas estruturas é também assegurar autonomia de todos os cidadãos”, declarou o deputado.

Via: Assessoria Requião Filho - Foto: Divulgação


Envie sugestões de Pautas, Fotos, Videos, ou Participe do grupo no WhatsApp ou do nosso Canal no Telegram receba as principais notícias do oeste do Paraná em primeira mão! 

CANAL NO WHATSAPP  -  CANAL DO TELEGRAM - GOOGLE NEWS 



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.