Cascavel

Acic conhece modelo de assinatura de Goiânia que inova transporte público

A solução implantada surpreende pela aceitação e pelos bons resultados. Até sindica...

31 ago 23 - 20h38 Redação SOT
Acic conhece modelo de assinatura de Goiânia que inova transporte público

O presidente da CMTC (Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo) de Goiânia, Tarcísio Abreu, esteve na Acic na manhã desta quinta-feira para apresentar um modelo que se apresenta como opção de futuro ao transporte coletivo no Brasil. O pioneirismo de implantar o Passe Livre do Trabalhador, há pouco mais de um ano, já rendeu à capital de Goiás dois prêmios nacionais. Um deles pela inovação e outro por reduzir acidentes de trânsito envolvendo trabalhadores.

A solução implantada surpreende pela aceitação e pelos bons resultados. Até sindicatos, devido aos benefícios que traz aos trabalhadores, pedem para colocar o Passe Livre do Trabalhador nas novas convenções coletivas de trabalho. Um cartão de crédito e débito, de uso individual e intransferível com suporte de tecnologia de reconhecimento facial, é empregado pelo funcionário nos ônibus após a contratação por adesão do serviço pela sua empresa, por meio de assinatura.

A empresa paga um valor mensal por funcionário, inferior aos custos convencionais que tinha com o vale-transporte, e o trabalhador pode usar o cartão até oito vezes por dia, inclusive em feriados e fins de semana. Em apenas um ano, a utilização do modelo cresceu mais de 700%. Ao mesmo tempo em que incrementa o transporte coletivo de Goiânia e região metropolitana (19 municípios), o Passe Livre retirou uma grande quantidade de motocicletas, principalmente, e veículos das ruas, com acentuada redução no volume de acidentes e óbitos.

O mecanismo de assinatura torna o transporte público da capital e RM de Goiânia mais atrativo, levando, consequentemente, à renovação da estrutura e também a gradual modernização da frota de ônibus, com início, no fim do ano, de uso de elétricos. “Já temos o terminal de passageiros urbano mais tecnológico do Brasil e o retorno disso é fantástico”, conforme Tarcísio. Ao incentivar que o trabalhador utilize mais os ônibus urbanos ele traz consigo outras pessoas, que também passam a entender os avanços que o sistema disponibiliza, conforme o presidente da CMTC.

A presidente da Transitar, Simoni Soares, e o prefeito Leonaldo Paranhos participaram da apresentação. Os dois concordam que o modelo é interessante e revolucionário e que, após uma ampla discussão e com a anuência de entidades e comunidade, ele poderá vir a ser empregado em Cascavel. Caso isso ocorra, de acordo com Simoni, então Cascavel seria a primeira cidade do País, apenas depois da criadora, a empregar esse formato. “Vocês têm uma ótima infraestrutura aqui e, inclusive, em alguns aspectos estão na nossa frente, a exemplo dos ônibus elétricos”, apontou Tarcísio. O sistema de assinatura, uma tendência em várias áreas, foi elogiado pelo presidente da Acic, Siro Canabarro.

Via: Assessoria Acic - Foto: Divulgação


Envie sugestões de Pautas, Fotos, Videos, ou Participe do grupo no WhatsApp ou do nosso Canal no Telegram receba as principais notícias do oeste do Paraná em primeira mão! 

CANAL NO WHATSAPP  -  CANAL DO TELEGRAM - GOOGLE NEWS 



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.