Cascavel

Reta final: obra de duplicação da BR-277 em Cascavel se aproxima de 80%

Trecho de 5,81 quilômetros liga os viadutos da Ferroeste e do posto da PRF, no aces...

01 set 23 - 21h11 Atualizado 01 set 23 - 21h12 Redação SOT
Reta final: obra de duplicação da BR-277 em Cascavel se aproxima de 80%

As obras de duplicação da BR-277 em Cascavel, na região Oeste, chegaram a 78,4% de conclusão, de acordo com a medição mais recente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR). O investimento total na intervenção é de R$ 48 milhões, com recursos da Itaipu Binacional, por meio de uma colaboração com a Secretaria de Infraestrutura e Logística.

A pavimentação do trecho, de 5,81 quilômetros, já atingiu 87,6% do total. Os viadutos da Ferroeste e do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), consideradas as duas principais intervenções previstas no contrato, estão concluídos.

Neste momento, o trabalho está focado em finalizar os dispositivos de drenagem e galerias metálicas do trecho. Segundo o DER/PR, estas obras chegaram a aproximadamente 60% da execução.

Nos próximos dias, o trabalho na via marginal próximo à Ferroeste, no km 574, deve ser finalizado para, na sequência, se concentrar na trincheira do posto da PRF, na altura do km 580. A obra deve ser concluída até o final de 2023.

IMPACTO – A duplicação do trecho é uma obra complexa, devido ao tráfego intenso de veículos na região e a alta concentração de indústrias às margens da rodovia.

A obra, no entanto, vai melhorar o fluxo de veículos, além de das mais segurança aos motoristas que trafegam pelo trecho. Um dos objetivos da obra é melhorar o acesso da BR-277 a PR-180.

A intervenção também potencializa uma rota que é muito utilizada para o escoamento da produção do Oeste do Estado, além de atender várias indústrias e empresas da região que utilizam a rodovia diariamente.

Via: Agência de Noticias do Paraná - Foto: Divulgação


Envie sugestões de Pautas, Fotos, Videos, ou Participe do grupo no WhatsApp ou do nosso Canal no Telegram receba as principais notícias do oeste do Paraná em primeira mão! 

CANAL NO WHATSAPP  -  CANAL DO TELEGRAM - GOOGLE NEWS 



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.