Cascavel

Aeroporto de Cascavel recebe o Boeing 737 MAX 8 da Gol

Além das operações da Gol e Latam, a Azul já realiza voos em Cascavel, com destinos...

04 set 23 - 11h52 Atualizado 04 set 23 - 16h20 Redação SOT

A GOL, maior Companhia Aérea do Brasil, operou nesta segunda-feira (4) seu primeiro voo com o modelo Boeing 737 MAX 8 em Cascavel (CAC), no Paraná. Procedente de Guarulhos (GRU), a aeronave mais sustentável da frota da GOL efetuou o voo G3 1182 chegando à cidade do noroeste paranaense no final da manhã, e tornou a base CAC a 54ª atendida pela GOL a receber este modelo da Boeing. A GOL já opera seis voos semanais entre Cascavel e Guarulhos e agora poderá seguir atendendo este mercado com o MAX 8.

A chegada da aeronave a Cascavel foi seguida por uma breve cerimônia no aeroporto municipal na qual o prefeito Leonaldo Paranhos recebeu autoridades locais para celebrar a nova operação da GOL com seu equipamento mais econômico. Na ocasião, foi informado ainda que no período de alta temporada, entre dezembro e fevereiro, os voos GOL entre Cascavel a São Paulo serão realizados pelo Aeroporto de Congonhas, localizado na zona sul paulistana.

“Hoje é um dia histórico para o nosso Aeroporto de Cascavel, com a chegada desta moderna aeronave da GOL. Os investimentos que realizamos no aeroporto têm se revelado no aumento da demanda e agora temos esta bela aeronave, com capacidade para mais passageiros. Outro motivo de comemoração é o anúncio que a companhia faz sobre os voos, incialmente temporários, que nos conectarão diretamente ao Aeroporto de Congonhas. Além de ser mais conveniente para os passageiros que precisam se deslocar até a capital paulista, isso impulsionará as viagens de negócio, pois estaremos ligados diretamente ao centro financeiro do Brasil”, destaca o prefeito Leonaldo Paranhos.

A GOL possui 39 aeronaves Boeing 737 MAX 8 no Brasil, todas em operação, com previsão de chegar a 75 - metade da sua frota - até o final de 2025. Assim, a Companhia reitera seu compromisso com a renovação constante de sua frota, fazendo uso de aviões mais modernos e eficientes, reduzindo custos e gerando menos poluentes.

O 737 MAX é um componente-chave para a meta da Companhia de atingir a neutralidade de carbono até 2050, dado que esse modelo é 15% mais econômico no consumo de combustível, gera 16% menos emissões de carbono e é 40% mais silencioso em relação ao 737-800 NG. Desde 2019, a GOL já ultrapassou 240.000 horas de voo com aeronaves MAX, propiciando a economia de 115,2 milhões de litros de combustível de aviação e a redução de 364,032 mil toneladas na emissão de GEEs (Gases de Efeito Estufa).

“Todo o setor da aviação comercial está muito focado no ESG e a GOL tem como meta estabelecer uma operação 100% compromissada com o meio ambiente, inclusive sendo a única linha aérea brasileira a obter o certificado de Estágio 2 IEenvA (IATA Environmental Assessment). Ampliar as bases para quais voamos com o MAX 8 é parte fundamental para atingirmos nossas metas em sustentabilidade”, disse André Cruz, COO (Chief Operation Officer) da GOL. 

Via: SOT/Luiz Felipe Max - Foto: Divulgação


Envie sugestões de Pautas, Fotos, Videos, ou Participe do grupo no WhatsApp ou do nosso Canal no Telegram receba as principais notícias do oeste do Paraná em primeira mão! 

CANAL NO WHATSAPP  -  CANAL DO TELEGRAM - GOOGLE NEWS 



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.