Paraná

Mulher pede socorro por delivery e homem é preso no Paraná

Atendente da lanchonete foi fundamental para salvar a vítima...

10 jul 24 - 19h53 Atualizado 10 jul 24 - 19h56 Redação SOT
Mulher pede socorro por delivery e homem é preso no Paraná

Uma mulher de Santa Catarina foi salva de um estupro na noite de segunda-feira (8) após pedir socorro por um aplicativo de delivery em Curitiba. A vítima, que não teve a identidade revelada, havia viajado à capital paranaense para permitir que sua filha visitasse o pai.  O caso ocorreu na segunda-feira (8).

No entanto, ao chegar na casa do ex-companheiro, ela foi agredida e estuprada. Sem ter como pedir ajuda, a mulher utilizou o aplicativo de delivery para pedir um lanche e, na descrição do pedido, escreveu: "Me ajuda, manda a polícia para esse endereço. Fui estuprada e violentada".

A mensagem foi notada pela atendente da lanchonete, que imediatamente acionou a Polícia Militar. A atendente, em contato com a vítima pelo aplicativo, conseguiu manter a mulher calma e orientá-la até a chegada da polícia.

Ao chegarem ao local, os policiais prenderam o suspeito em flagrante e o encaminharam para a delegacia. A vítima foi levada para o hospital, onde passou por exames e recebeu alta em seguida. Ela está em um abrigo com sua filha, que passa bem.

Segundo a delegada Emanuele Siqueira, da Delegacia da Mulher de Curitiba, a vítima já havia sido agredida pelo homem no fim de semana, mas não tinha conseguido pedir ajuda. A delegada também informou que uma familiar do suspeito já havia solicitado medida protetiva contra ele no ano passado, após um caso de violência doméstica.

O caso segue em investigação e o homem responde por estupro e violência doméstica. A delegada Emanuele Siqueira ressalta a importância da rede de apoio para mulheres vítimas de violência e reforça que a Delegacia da Mulher está à disposição para acolher e atender todas as vítimas.

Em caso de violência, ligue 180 ou procure a Delegacia da Mulher mais próxima.

Via: SOT/Luiz Felipe Max - Foto: TV Record/Reprodução


Envie sugestões de Pautas, Fotos, Videos, ou Participe do grupo no WhatsApp ou do nosso Canal no Telegram receba as principais notícias do oeste do Paraná em primeira mão! 

CANAL NO WHATSAPP  -  CANAL DO TELEGRAM - GOOGLE NEWS 



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.