Paraná

Comitê Municipal de Toledo avalia resultados e debate estratégias de combate à dengue

Uma das informações mais relevantes apresentadas na reunião foram os números finais...

08 ago 23 - 22h14 Redação SOT
Comitê Municipal de Toledo avalia resultados e debate estratégias de combate à dengue

Na tarde desta terça-feira (8), o Centro Municipal de Controle de Endemias foi palco da quarta reunião ordinária do Comitê Municipal Intersetorial de Combate à Dengue, Chikungunya e Zika Vírus de Toledo, marcando mais um passo no esforço contínuo para conter a propagação dessas doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. O encontro, que contou com a participação dos vereadores Dudu Barbosa, presidente do Legislativo, e Marly Zanete, teve como foco a avaliação dos resultados do ano epidemiológico 2022/2023 e o planejamento de estratégias futuras.

Dentre os principais pontos discutidos, destaca-se a análise dos erros e acertos nas ações de prevenção às doenças causadas pelo mosquito vetor no período que se encerrou em 31 de julho. Os membros do comitê de trabalho puderam compartilhar experiências e debater sobre as estratégias empregadas, visando identificar pontos de melhoria e eficácia.

Uma das informações mais relevantes apresentadas na reunião foram os números finais de casos de dengue registrados durante o ano epidemiológico 2022/2023. Segundo dados, houve uma redução significativa de 74,85% nos casos em comparação ao mesmo período do ano anterior. Ao todo, foram registrados 1.106 casos da doença, enquanto no período anterior haviam sido contabilizados 4.397 casos. Além disso, a quantidade de óbitos também diminuiu pela metade, passando de 2 para 1.

Outro destaque foi a redução de 54,67% nas notificações de pessoas com sintomas da doença, que procuraram os serviços de saúde para tratamento. O comitê atribuiu esses resultados positivos ao trabalho conjunto e integrado de diferentes setores da sociedade, incluindo órgãos públicos e entidades da sociedade civil.

A secretária de Saúde e presidente do comitê, Gabriela Kucharski, ressaltou a importância da colaboração de diversos setores para alcançar esses resultados. Ela mencionou que a integração das forças operacionais foi essencial para evitar um cenário mais crítico, especialmente quando comparado às situações de epidemia declaradas por outros municípios da região.

Para Juliana Beux Konno, diretora de Vigilância em Saúde, os resultados refletem a eficácia das ações do comitê. Ela salientou que, além de prevenir o aparecimento de criadouros do mosquito transmissor, o trabalho colaborativo ajudou a minimizar os impactos em áreas mais afetadas. A diretora enfatizou a diferença notável ao comparar os resultados entre os dois períodos e destacou o papel fundamental da integração para alcançar tais conquistas.

O Comitê Municipal Intersetorial de Combate à Dengue, Chikungunya e Zika Vírus de Toledo continua sua jornada de esforços coordenados para proteger a população contra essas doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, promovendo ações efetivas e disseminando práticas de prevenção. A reunião reafirmou a importância da cooperação entre diversos setores para alcançar o objetivo comum de combater essas doenças e garantir a saúde pública da região.

Via: Assessoria Município de Toledo - Foto: Divulgação


Envie sugestões de Pautas, Fotos, Videos, ou Participe do grupo no WhatsApp ou do nosso Canal no Telegram receba as principais notícias do oeste do Paraná em primeira mão! 

CANAL NO WHATSAPP  -  CANAL DO TELEGRAM - GOOGLE NEWS 



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.