Cascavel

Pesquisa aponta aumento de 3,24% no valor da Cesta Básica em Cascavel

Entre os principais aumentos, destacam-se a batata (40,23%); o arroz (8,30%); e o c...

21 jun 24 - 15h19 Redação SOT
Pesquisa aponta aumento de 3,24% no valor da Cesta Básica em Cascavel

Uma pesquisa realizada pelo projeto de extensão: Determinação Mensal do Custo da Cesta Básica de Alimentação em Cascavel-PR vinculado ao curso de Ciências Econômicas da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), campus Cascavel, apontou que o custo da cesta básica de alimentos aumentou 3,24% em maio, em comparação ao mês anterior. O preço da cesta básica individual de alimentos (CBA) em Cascavel subiu de R$634,78 para R$655,34.

Entre os principais aumentos, destacam-se a batata (40,23%); o arroz (8,30%); e o café (4,02%). É importante ressaltar que a batata foi o item que mais aumentou ao longo de 2024, com um acréscimo de 54,11%. Em termos acumulados nos últimos 12 meses, o aumento chega a aproximadamente 99,30%.

A surpresa negativa ficou por conta da batata, era esperado um equilíbrio maior no preço do produto, devido à grande alta que o item tem apresentado ao longo dos últimos meses, o que resultou no aumento do valor. Contudo, a diminuição da produtividade devido a fatores climáticos quase anulou o aumento da área de cultivo. Há uma expectativa de boa colheita da “segunda safra” no mês de junho, a qual deverá fazer pressão para um melhor custo na próxima medição.

O principal motivo pelo aumento no preço do arroz, foi a problematização climática que ocorreu no Rio Grande do Sul, elevando em 8,30%.

Por outro lado, o café em pó, além do atraso da safra nacional, teve sua cotação compelida nos mercados externos devido à instabilidade da safra vietnamita, pois o Vietnã é o segundo produtor mundial, atrás apenas do Brasil e muito à frente da Colômbia.

Além disso, houve aumento no percentual do gasto com alimentos em relação ao salário-mínimo bruto e líquido, passando de 44,96% para 46,41% e de 48,60% para 50,18%, respectivamente, de abril para maio de 2024. Isso reflete uma redução no poder de compra do trabalhador.

A pesquisa, que também tem parceria com a Unioeste de outros municípios, apontou que todas as cidades pesquisadas apresentaram aumento no valor da cesta básica, com destaque para Francisco Beltrão (7,35%); Cascavel (3,24%), e houve uma redução em Toledo (-1,02%).

Via: Assessoria Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Foto: Divulgação


Envie sugestões de Pautas, Fotos, Videos, ou Participe do grupo no WhatsApp ou do nosso Canal no Telegram receba as principais notícias do oeste do Paraná em primeira mão! 

CANAL NO WHATSAPP  -  CANAL DO TELEGRAM - GOOGLE NEWS 



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.