Paraná

Queijarias Ludwig e Vila Belli conquistam selo SUSAF/PR e ampliam mercado no Paraná

O SUSAF/PR tem como objetivo integrar de forma sistêmica, horizontal e descentraliz...

01 jul 24 - 20h37 Atualizado 01 jul 24 - 20h39 Redação SOT
Queijarias Ludwig e Vila Belli conquistam selo SUSAF/PR e ampliam mercado no Paraná

Toledo, PR - As Queijarias Ludwig e Vila Belli, integrantes do Projeto de Queijos Finos do Biopark, conquistaram o selo do Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte do Paraná (SUSAF/PR). A certificação garante a qualidade dos produtos e permite a comercialização em todo o estado, abrindo novas oportunidades para as agroindústrias.

Com o selo SUSAF/PR, as queijarias se unem à Queijaria Flor da Terra, marca própria do Biopark, que já ostentava a certificação. O projeto, que visa impulsionar a produção de queijos finos na região, soma agora quatro empresas com o selo, demonstrando a alta qualidade e o compromisso com a sanidade dos produtos.

Para as produtoras Márcia Ludwig e Gelir Maria Giombelli, a conquista do selo vai além da garantia da qualidade. A certificação representa a realização de um sonho e a abertura de portas para novos mercados.

"É uma emoção muito grande! Era um momento muito esperado e agora estamos vendo um futuro novo pela frente", afirma Márcia Ludwig, que há cinco anos faz parte do projeto. Ela destaca o apoio do Biopark e da responsável técnica Keli Libardi Ramella no processo de conquista do selo.

Gelir Maria Giombelli, da Queijaria Vila Belli, compartilha do mesmo sentimento. "Saber que eu poderei vender meu queijo no Paraná todo agora é muito gratificante. Isso possibilita mais conquistas e evolução, vendendo nosso produto fora com valores mais agregados", explica a produtora.

Para o Projeto de Queijos Finos, o selo SUSAF/PR representa um marco importante, comprovando a qualidade dos queijos produzidos e abrindo portas para novos consumidores.

"Mais que uma certificação, o selo representa o acesso a um maior número de consumidores que valorizam a produção local de produtos diferenciados", comenta Carolina Trombini, gerente de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Biopark Educação.

Ela ressalta a importância do selo para os pequenos e médios produtores, afirmando que "o SUSAF representa um marco fundamental, pois abre portas para novos mercados e oportunidades de crescimento".

A conquista do selo SUSAF/PR pelas Queijarias Ludwig e Vila Belli é um grande passo para o desenvolvimento do Projeto de Queijos Finos e para a valorização da produção local de queijos de alta qualidade no Paraná.

Queijaria Ludwig: na vanguarda dos queijos finos do Oeste paranaense

Em 2019, a Queijaria Ludwig acreditou no Projeto de Queijos Finos e ingressou como a primeira produtora dessa iniciativa. Agora, cinco anos e muitas histórias depois, a família Ludwig comemora as conquistas alcançadas no último ano.

Anteriormente, em dezembro de 2023, a Queijaria Ludwig inaugurou a nova planta da sua agroindústria. Após, em abril deste ano, o queijo maturado “Granatoo” recebeu a medalha de prata no 3º Mundial do Queijo do Brasil.

O destaque é ainda maior, visto que a tecnologia foi recém transferida pelo projeto para a queijaria Ludwig, alcançando uma medalha no mundial de queijos antes mesmo de ser lançado no mercado – a previsão é de que seja lançado em julho.

Para o futuro, Márcia Ludwig deseja que o amor pelo queijo seja passado de geração em geração, visto que toda a sua família trabalha na agroindústria. “O nosso primeiro sonho era sair da propriedade e ter a agroindústria. Daqui para frente, queremos alcançar o Brasil todo e, quem sabe, até exportar” concluiu a produtora. E essa é a herança da família Ludwig.

A linha Tapuí, na zona rural de Toledo, assiste a uma história de meio século de tradição na produção de queijos, passada da mãe Deonilde Giombelli para a filha, Gelir Maria Giombelli. A Vila Belli, localizada nessa região, é muito mais do que uma queijaria; é um legado de amor e dedicação à arte da queijaria artesanal, preservado e aperfeiçoado ao longo de gerações.

Gelir Maria Giombelli tem conduzido a Vila Belli com o mesmo compromisso e paixão que herdou de sua mãe, resultando em produtos de alta qualidade que têm conquistado reconhecimento internacional.

A prova desse compromisso com a excelência são as duas medalhas de prata consecutivas no Mundial do Queijo do Brasil, conquistadas pelo queijo Tomme Negro d'Oeste. Este reconhecimento celebra não apenas a qualidade do produto, mas também a história e a inovação que permeiam a produção da Vila Belli.

As conquistas refletem um equilíbrio entre manter as tradições familiares e incorporar técnicas modernas, garantindo que cada queijo produzido seja um testemunho do legado e da dedicação que definem a Vila Belli. “Essa conquista é um grande feito, e estou muito feliz e grata a todos por essa caminhada conjunta”, finaliza.

Via: Assessoria Queijarias Ludwig - Foto: Divulgação


Envie sugestões de Pautas, Fotos, Videos, ou Participe do grupo no WhatsApp ou do nosso Canal no Telegram receba as principais notícias do oeste do Paraná em primeira mão! 

CANAL NO WHATSAPP  -  CANAL DO TELEGRAM - GOOGLE NEWS 



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.