Paraná

Operação Contra-Ataque: Suspeito de atirar contra policiais em Irati é preso

Após a identificação do autor dos disparos, o Delegado de Polícia responsável pela...

02 jul 24 - 11h17 Redação SOT
Operação Contra-Ataque: Suspeito de atirar contra policiais em Irati é preso

Irati, PR - Na tarde de segunda-feira (01/07/2024), a Polícia Civil de Irati, com apoio da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar, deflagrou a "Operação Contra-Ataque" visando o cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva contra um indivíduo suspeito de efetuar disparos contra policiais militares em março deste ano.

Em 20 de março de 2024, dois indivíduos que tentavam cobrar uma dívida com arma de fogo fugiram da abordagem policial e atiraram contra os agentes. Um dos suspeitos conseguiu fugir, enquanto o outro, menor de idade na época, foi apreendido. A partir daí, a Polícia Civil instaurou um Inquérito Policial para apurar os fatos.

Após a identificação do autor dos disparos, o Delegado de Polícia responsável pela investigação solicitou a prisão preventiva do indivíduo e a busca e apreensão em seu desfavor, a fim de localizar a arma de fogo utilizada. Com a autorização do Poder Judiciário, as equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar de Irati iniciaram monitoramentos para realizar a ação.

Na tarde de segunda-feira (01/07/2024), o suspeito foi localizado e preso. Durante a abordagem, foram encontrados com ele petrechos, R$ 8.500,00 em dinheiro e apostas do "Jogo do Bicho", o que resultou na instauração de um Termo Circunstanciado de Infração Penal.

Com base no mandado de busca e apreensão, a equipe da Polícia Civil se dirigiu à residência do irmão do suspeito preso, onde encontraram o revólver calibre .38 utilizado no crime, sem registro. Diante disso, o proprietário da residência foi preso pelo crime de posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

A "Operação Contra-Ataque" demonstra o compromisso da Polícia Civil e da Polícia Militar de Irati com a segurança pública. A rápida identificação, prisão e apreensão dos envolvidos garantem a justiça para os policiais militares vítimas da tentativa de homicídio e contribuem para a paz na comunidade.

Via: SOT/Luiz Felipe Max - Foto: Divulgação


Envie sugestões de Pautas, Fotos, Videos, ou Participe do grupo no WhatsApp ou do nosso Canal no Telegram receba as principais notícias do oeste do Paraná em primeira mão! 

CANAL NO WHATSAPP  -  CANAL DO TELEGRAM - GOOGLE NEWS 



Leia Também:
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.